“Transformar o concelho num dos melhores do país para viver”

0
86

Na sequência das Eleições Autárquicas, do dia 26 de setembro, Joaquim Jorge apresentou-se nos estúdios da Azeméis TV/FM como o candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.

Prestes a concluir o seu primeiro mandato à frente dos destinos da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge vai voltar a encabeçar a lista do PS nas próximas eleições autárquicas.
O autarca saudou os seus adversários, desejando que estes “contribuam para uma reflexão profunda sobre os problemas que ainda afligem o nosso concelho e que tenhamos a possibilidade, cada um de nós, de apresentar as soluções para a sua resolução”.
O atual presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis explicou que o facto de se recandidatar deve-se ao “muito trabalho que ainda há por fazer”, através de um projeto político “que estamos a tentar afirmar” e que o partido define como sendo “profundamente transformador e reformulador da realidade do concelho”. “É um projeto político que, sobretudo, visa melhorar a qualidade de vida das pessoas e tornar este território mais sustentável, competitivo e mais resiliente”.
Para Joaquim Jorge, o objetivo principal é “potenciar social e economicamente” Oliveira de Azeméis, para que este seja “um concelho de referência no presente e no futuro”.
O candidato apresenta-se, portanto, aos oliveirenses “com a mesma humildade e com a mesma disponibilidade”, mas com “mais energia” e “mais ambição” para trabalhar “em prol da melhoria da qualidade de vida da sua população”.
Joaquim Jorge iniciou o “caminho” há quatro anos e, apesar das dificuldades que antevê para o percorrer, afirma contar com todos os oliveirenses para “partilharem desta visão de desenvolvimento para o nosso concelho” e apela a que tenham “a ambição de transformar o nosso concelho num dos melhores do país para viver, estudar, investir e trabalhar”.
A motivação a avançar para mais um mandato advém, de acordo com o candidato, do facto de “sermos referenciados pelos bons motivos, de termos a certeza que este é o caminho certo e que está a ser valorizado pelos oliveirenses e que permitirá que este concelho seja uma grande referência no presente e no futuro”.