Na sua análise desportiva semanal, Hermínio Loureiro destacou as três medalhas conquistadas por Eva Gonçalves, do NAC, uma das quais representa um título de campeã nacional, nos Campeonatos de Lançamentos Longos que decorreram em Vagos.

Ana Catelas

Na II Liga, nos dois últimos jogos, diante de adversários diretos na fuga aos últimos lugares, a Oliveirense conquistou apenas um ponto em seis possíveis, empatando em casa com o Vilafranquense e perdendo (2-0) no Casa Pia. No futsal, o destaque vai para o regresso do Futsal de Azeméis às vitórias depois de bater o Quinta dos Lombos (3-2) em Vale de Cambra, casa emprestada.
No basquetebol, a Oliveirense venceu a Académica e, na opinião de Hermínio Loureiro, a equipa “está cada vez mais consistente”.
No hóquei, a Oliveirense foi empatar a casa do Benfica (2-2). “É um bom resultado, mas no último minuto a Oliveirense podia ter ganho se Torra tivesse marcado o livre direto”, lamentou o comentador, que recordou ainda a presença, na passada semana, do tenista João Domingues numa competição na Argentina.

 

O nomeado da semana

Eva Gonçalves
Eva Gonçalves, do NAC, sagrou-se campeã nacional de esperanças no lançamento do martelo e foi vice-campeã nacional absoluto e vice-campeã nacional de esperanças. “A atleta está no Projeto Esperanças Olímpicas e é candidata a representar Portugal nos Jogos Olímpicos de Paris. Tão feliz, lá em cima, deve estar o António Pinho”, disse Hermínio Loureiro.