Raúl Oliveira chega com “imensa vontade de trabalhar”

0
14

Foi chegar e treinar. Raúl Oliveira apresentou-se na quarta-feira ao serviço da Oliveirense e logo nessa manhã comandou o primeiro treino da equipa com vista à preparação do jogo com o primodivisionário Paços de Ferreira a contar para a Taça de Portugal. É com “otimismo” e “imensa vontade de trabalhar” que o técnico, natural de Penafiel, encara este “grande desafio” ao serviço do clube que caminha a passos largos para o seu centenário. “Vejo muito potencial neste projeto, é uma equipa com muitos valores individuais e que se pode permitir a estar em patamares melhores”, constatou Raúl Oliveira, de 37 anos, que assinou um contrato válido até final da época.
Depois de ter iniciado a sua carreira de treinador nas camadas jovens da Sanjoanense, o técnico esteve, como treinador adjunto, no Portosantense antes de rumar ao estrangeiro. Com passagens pelo Catar, Emirados Árabes Unidos, Barém, Arábia Saudita, México e Chile, Raúl Oliveira fez parte, como adjunto, de equipas técnicas lideradas por treinadores como o sueco Sven-Göran Erikson, o croata Igor Štimac, o brasileiro Caio Zanardi (que no mês passado deixou o cargo de diretor desportivo da Oliveirense para rumar aos Emirados como treinador), do português Quim Machado, do uruguaio Gustavo Díaz.
Agora de regresso a Portugal para se estrear como treinador principal, Raúl Oliveira tem os objetivos bem definidos: “Aquilo que me foi pedido pela SAD da Oliveirense é um processo, ou seja, trabalhar em função dos objetivos da SAD e atingir resultados desportivos através do desenvolvimento de um método de jogo e da consolidação de processos de trabalho”, afirmou o treinador em declarações ao site do clube, onde deu conta também da sua “experiência” no mundo do futebol. “Tenho muitos anos de futebol e experiência em primeira divisão de vários países. Estava à espera de uma possibilidade para trabalhar em Portugal numa equipa profissional. Eu e a minha equipa estamos preparados para contribuir com bom futebol e resultados”, afirmou o técnico.