Rapper de Cucujães lança música própria

CONTRIBUIU PARA A CRIAÇÃO DO ESTÚDIO de música

0
24

O jovem cucujanense Nuno Martins compõe e cria as suas próprias músicas, de estilo Rap, há cerca de 10 anos, e é também um dos fundadores do estúdio de produção musical ‘Raptuário’, na Vila de Cucujães, criado há cerca de um ano. ‘Voz da Rua’, o seu nome artístico, conta já com quatro músicas lançadas em todos os canais digitais, da própria autoria.

Ana Soares

“Tudo começou há dez anos e o gosto foi evoluindo”, contou o jovem músico, Nuno Martins, em entrevista ao Correio de Azeméis, ao referir-se ao trabalho desempenhado por ele e pelos seus amigos, que reúnem o mesmo gosto pela música. “Queríamos fazer algo construtivo, comprámos o nosso primeiro microfone e construímos um estúdio, há cerca de um ano, em que se produz uma música do início ao fim, na mistura e masterização de som, edição, gravação e criação de imagem e vídeo” explicou. Ainda que se dediquem essencialmente à cultura HipHop, o músico adiantou que estão abertos a explorar outros estilos.
A criação do estúdio surgiu da necessidade de rumarem num patamar “mais sério” e, por que as oportunidades no ramo estão, por vezes, distantes, como confirmou Nuno Martins. Assim, no espaço, “as coisas surgem mais fluentemente”, declarou. Considerou ainda “num futuro próximo” tornarem-se “uma porta aberta para toda a gente que queira iniciar-se na música”, como esclareceu. “Temos todos os meios necessários para que eles possam ter um ponto de partida”, acrescentou.
Lançou a sua primeira música (Ninja), oficialmente, no final de 2019, seguidas da música ‘Atrito’, ‘Morto Vivo’ e ‘Demónio’, esta última lançada há menos de um mês e conta já com mais de duas mil e 500 visualizações. Ainda que se tenha lançado numa altura atípica, o jovem, de 26 anos, admitiu ter sido “na altura certa” e sente-se esperançoso para o futuro. “As portas que tínhamos mantêm-se abertas e, no futuro, abrir-se-ão mais”, disse.
É desenhador mecânico e vê a música como um hobbie, considerando que as atividades se complementam, mas avançou que o ‘Voz da Rua’ e os outros elementos têm preparado novidades para breve.