Orçamento inflacionado devido à dívida

0
0

A Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Nogueira do Cravo e Pindelo, realizada a 14 do corrente mês na sede da Junta em Nogueira do Cravo, ficou assinalada pela proposta e consequente aprovação do orçamento de 395.760 mil euros para o próximo ano.

A declaração de intenções para o ano de 2021 vê-se “inflacionada devido ao pesado legado que é a dívida”, segundo informou o presidente da Junta da União de Freguesias, Manuel Rebelo, em comunicado ao Correio de Azeméis. “Ao ser inscrita no orçamento, mandato após mandato, representa uma significativa quota parte do seu valor”, explicou.
A limitação que esta situação pressupõe não permite mais, na gestão corrente, ou seja, para aquisição de bens e serviços, do que aquela exercida. Isto porque as despesas fixas que a entidade tem representam 44 por cento do valor total, ficando 37 por cento destinado à gestão corrente. Assim, o valor restante, com uma percentagem de 17 por cento, é indicado para investimento nas freguesias.
O presidente aproveitou para informar que a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis avançou que as obras para aumento da rede de saneamento iniciam brevemente. “Preveem passar da atual taxa de cobertura, que ronda os 40 por cento, para cerca de 90 por cento da freguesia de Nogueira do Cravo”, explicou. Neste sentido, Manuel Rebelo mencionou que “é uma substancial melhoria das condições de vida” e apelou à compreensão por parte dos habitantes, face aos transtornos que as obras irão causar, no início de 2021.