Oliveirense vence e espera pelo Benfica

Taça de Portugal – Oitavos de final

0
4

A Oliveirense recebeu e venceu o Lusitânia numa partida, como se adivinhava, muito difícil, mas o coletivo da equipa de Norberto Alves acabou por garantir este triunfo, que permite seguir para os quartos de final da Taça de Portugal. Na próxima eliminatória, a Oliveirense recebe o Benfica.
Ana Catelas
Depois da derrota para o Campeonato frente ao Lusitânia, a Oliveirense entrou mais precavida na partida e acabou por garantir uma vitória muito sofrida e muito suada na receção aos açorianos, que se mantiveram sempre na corrida pela vitória até ao apito final. A equipa de Norberto Alves cedo ficou sobrecarregada de faltas e, ainda no terceiro período, já quatro jogadores preponderantes somavam quatro faltas e estavam à beira da exclusão, mas o treinador soube gerir as suas ‘peças’ e apenas Justin Alston acabou com a quinta falta, no lado da Oliveirense, já perto do final.
Numa primeira parte muito equilibrada, a Oliveirense ganhou uma margem de sete pontos (20-13), mas os visitantes não desarmaram e acabaram mesmo por dar a volta ao marcador (41-42), uma vantagem que dourou poucos segundos. Ao intervalo, a Oliveirense vencia por três pontos depois de vinte minutos muito disputados e com um ritmo muito elevado com a Oliveirense a ganhar a luta pelas tabelas (26 ressaltos contra 12).
Na segunda parte, o equilíbrio manteve-se, cada bola foi disputada como se fosse a última e nesta fase do jogo sobressaiu, ainda mais, o coletivo e a união da formação de Norberto Alves.
Mais aguerrida a defender e a recuperar as bolas, a Oliveirense conseguiu descolar no marcador (73-63) a três minutos do final do 3.º período. Com seis pontos de vantagem (77-71) à entrada para o último período, a Oliveirense obrigou o Lusitânia a cometer vários erros e foi mais forte nos ressaltos, acabando por garantir um triunfo difícil.

 

É norte-americano
Base reforça os bicampeões

O base Larry Austin Jr., de 24 anos, foi anunciado, no sábado, como reforço da Oliveirense e no dia seguinte já foi opção para Norberto Alves no encontro frente ao Lusitânia. Com José Barbosa a atingir as três faltas ainda no segundo período, Larry Austin foi a solução que saiu do banco, tendo cumprido 23 minutos de jogo e marcado 10 pontos. Na sua estreia na Oliveirense, o camisola 2 fez ainda um desarme de lançamento, três assistências, um roubo de bola, mas, por outro lado, cometeu seis turnovers. O base norte-americano, de 83kg e 188cm, viveu a sua primeira experiência na Europa na época passada, ao serviço do Ankara Anadolu Basket (2ª Divisão da Turquia).

Ana Catelas