Oliveirense cai na Taça

0
3

O Paços de Ferreira nem deu hipóteses à Oliveirense sequer de sonhar com a possibilidade de seguir na Taça de Portugal. Apesar de defrontar um adversário da I Liga, a Oliveirense realizou uma exibição muito cinzenta e apenas em escassos momentos da partida esboçou uma reação, mas sem criar grande perigo.

O Paços de Ferreira apresentou-se em Oliveira de Azeméis com o adversário bem estudado e, mesmo sem jogar muito, conseguiu uma vitória tranquila onde prevaleceu a eficácia dos castores que souberam aproveitar as oportunidades criadas para ir avolumando o marcador.
Como era sua responsabilidade, o Paços de Ferreira procurou assumir as rédeas do jogo logo desde o início para evitar uma ‘gracinha’ do emblema da II Liga que, a jogar em casa, é sempre um adversário muito complicado. No jogo que marcou a estreia de Raúl Oliveira no comando técnico da Oliveirense, onde substituiu Pedro Miguel, a equipa unionista criou a primeira oportunidade para marcar com Leandro a desequilibrar na direita, a fugir para a área e a rematar em jeito para grande defesa de Fracaro. Mas foi sol de pouca dura. Na resposta, o Paços inaugurou o marcador na sequência de um pontapé de canto com Marcelo a desviar para o golo. Em vantagem, os pacenses foram mais dominadores, mas apenas na segunda parte conseguiram uma vantagem mais tranquila. Apesar da Oliveirense entrar melhor na segunda parte e dar indicações de querer correr atrás do prejuízo, os golos de João Pedro e de Douglas Tanque ‘mataram’ as esperanças dos homens da casa que ainda viram Tanque bisar após uma infantilidade de Israel em zona proibida.
O Paços de Ferreira segue para a quarta eliminatória da prova rainha do futebol num jogo em que Pepa aproveitou para rodar os jogadores e Raúl Oliveira ficou com a certeza que ainda há muito a fazer para voltar a colocar a Oliveirense no trilho das vitórias.
Sábado, a Oliveirense joga em casa do Leixões em jogo do campeonato marcado para as 17h00.