Novo posto da GNR tem “infiltrações no telhado”

Obra “será validada se a inspeção for aceite”

0
31

Na última Assembleia de Freguesia de Cucujães, a bancada do PSD interpelou o executivo PS sobre as novas instalações da GNR de Cucujães, situadas no antigo edifício das Finanças, que, aparentemente, apresentam “infiltrações no telhado”. O presidente da Junta de Freguesia, Simão Godinho, respondeu que estas alegações poderão ser “verdadeiras”, esclarecendo que a obra ainda “não foi entregue definitivamente” ao Ministério da Administração Interna.
Um dos assuntos em discussão foi o posto da GNR de Cucujães, uma vez que as instalações requalificadas terão alguns problemas pendentes. “Há uma entrega provisória e, agora, quando acontecer a entrega definitiva, vai ser feita a inspeção total do edifício. A obra será validada se a inspeção for aceite”, explicou o presidente da Junta de Freguesia, Simão Godinho.
Luís Jesus, do PSD, questionou ainda o executivo sobre o estacionamento contíguo ao edifício. “Parece que não estão a dar o devido uso a este espaço”, considerou o deputado. O autarca cucujanense esclareceu que o parque não é propriedade da GNR, mas sim da Junta de Freguesia.
Quanto ao antigo posto, o social-democrata quis saber que fim será dado ao edifício. “Quanto ao Joker Grupo Motard, pensam conseguir um novo espaço para esta associação, uma vez que não há espaço suficiente para esta associação, e para a Cruz Vermelha Portuguesa?”, perguntou Luís Jesus. Simão Godinho explicou que o edifício está muito degradado e necessita de obras. “Vamos fazer um contrato com os Jokers para eles saírem das instalações da Cruz Vermelha Portuguesa e usufruírem de uma parte do edifício da GNR, enquanto a outra parte servirá para os estaleiros da Junta”, esclareceu.
Esta reunião do órgão deliberativo foi presidida por Orlanda Bastos, recém-eleita, após o falecimento de António Gonçalves Gomes.

Marta Cabral

 

Ruas “em mau estado” com possíveis soluções
Os deputados do Partido Social Democrata enumeraram algumas ruas “em mau estado” na vila de Cucujães e o presidente da Junta, Simão Godinho, adiantou que uma delas, a Rua Professor Leão, está programada para receber a rede de saneamento. A Avenida Pinto Bessa também foi referida pelo PSD, uma vez que “caem lá idosos frequentemente”. “Estamos a pensar num projeto para ali. As árvores terão de ser arrancadas, para serem colocadas outras com diferentes características”, declarou o autarca.

Junta de Freguesia sem dívidas no final de 2020
A prestação de contas de 2020 foi aprovada por maioria, com a bancada do PS a realçar a “gestão rigorosa” da Junta de Freguesia e a situação financeira “saudável”, uma vez que, no final de 2020, a autarquia não apresentava dívidas. Para o PSD, os indicadores de gestão financeira também revelaram “uma gestão positiva” mas, em termos de execução, esperavam mais investimentos. “No nosso entender, o executivo poderia ter ido mais além, dado o cancelamento das atividades culturais. No entanto, o nosso parecer nas contas é favorável”, afirmou a social-democrata Gracinda Leal.