Vila de Cucujães comemorou 95 anos

Freguesias Cucujães

Dia da vila contou com diversas homenagens

No âmbito das celebrações dos 95 anos da elevação da freguesia de Cucujães a Vila, no dia 11 de junho, decorreu a 4ª Gala Cucugianis, no Centro Cultural de Cucujães. As cerimónias decorreram ao longo do dia, sendo que, antes do início da gala foi também apresentado a 6ª edição do livro Cucugianis. Nesta mesma apresentação foram homenageados, a título póstumo, três individualidades: António Gomes, antigo presidente da Assembleia de Freguesia de Cucujães; António Pinho, fundador e ex-treinador do Núcleo de Atletismo de Cucujães; e o Padre Manuel Horácio Alves Gomes.

Ao longo da gala também foram vários os homenageados, desde individualidades, associações e coletividades da freguesia. Sendo eles: alguns atletas do NAC; o A.C. Cucujães, pelo seu centenário; alguns atletas do Clube Desportivo de Cucujães; Cátia Azevedo, ex-atleta do NAC, atualmente no Sporting CP; o árbitro nacional e internacional, Pedro Ribeiro; Constança Ferreira, campeã nacional de Muaythai, e Rodrigo Silva, também campeão nacional de Muaythai; e por fim Ana Correia, homenageada na condição de atleta do NAC e a nível individual como contributo à cultura em Cucujães, pelo seu livro lançado de literatura infantil. 
O presidente da junta de freguesia, Simão Godinho, exaltou os 95 anos da vila e todas as homenagens feitas ao longo da tarde. “É uma história com muitas caminhadas feitas de evolução da freguesia, das associações e mesmo das pessoas. No meu mandato, achei interessante termos um dia dedicado à Vila de Cucujães, para as pessoas conhecerem um pouco da história e, ao mesmo tempo, fazermos o reconhecimento de algumas figuras históricas, algumas delas a título póstumo. Espero que, quem vier a seguir, agarre isto e faça algo muito maior (…)”, afirmou na Azeméis TV/FM.
Simão Godinho, durante a cerimónia, anunciou, no âmbito do centenário do AC Cucujães, uma verba de 1000 euros para o clube.

“Acho que, acima de tudo, isto é um prémio para Cucujães. Tentamos sempre, seja em campeonatos nacionais ou distritais, individualmente e em grupo, receber um prémio enquanto jogadoras seniores e enquanto jogadoras que representam a Associação de Aveiro nos torneios lá fora” 
Fábio Rebelo, diretor do futebol feminino ACC

 

 

 

 

 

“É um orgulho estar aqui, um orgulho ver a freguesia a desenvolver a atividade cultural e, acima de tudo, é um orgulho poder contribuir para a história de Cucujães, porque todos nós, de uma forma geral, contribuímos para esta história, para dar a conhecer Cucujães noutras terras”
Ana Correia, escritora de literatura infantil

 

 

 

 

 

“É o reconhecer de todo o trabalho e de todo o esforço dos nossos atletas ao longo de uma época. Queremos também agradecer aos nossos treinadores pelo esforço dedicado ao clube.”
Carla Alves, representante do CDC

 

 

 

 

 

“Recebemos prémios em várias categorias, temos o solo dance, a patinagem livre e o show. Em todas somos muito bem representados, com vários atletas de alto nível.”
Emília Ferreira, representante do CDC 

 

 

 

 

“É importante reconhecerem o nosso esforço ao longo do ano, todas as nossa vitórias e conquistas e é bom ser assim reconhecido.”
Lara, atleta do CDC

 

 

 

 

 

“Treino seis vezes por semana, nem sempre é fácil conciliar com os estudos, mas com dedicação e esforço se quisermos conseguimos.”
Adriana, atleta do CDC

 

 

 

 

 

 

“Foi uma boa iniciativa da junta ter tornado esta gala como um símbolo para a vila. Mais uma vez, o NAC teve representado com alguns atletas que levam longe o nome do concelho. Nós, além de campeões nacionais, este ano conseguimos mais uma vez ter também campeões europeus, o que começa a ser cada vez mais difícil, mas acho que não deixamos de representar bem o atletismo e a vila de Cucujães.”
Joaquim Gregório, presidente do NAC
 

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Sub-17 da Oliveirense erguem o troféu de campeões
26/02/2024
“As sondagens têm um papel de condicionar o voto”
26/02/2024
CDU quer distribuição de riqueza
26/02/2024
Carlos Fonseca, o ‘pai’ do teatro oliveirense
26/02/2024
Biografia de Ferreira de Castro apresentada
26/02/2024
UNIR continua em falha
26/02/2024
Lulucabit, um talento oliveirense
26/02/2024
GM Macinhatense irá celebrar 89 anos
26/02/2024
PUB