União de P. Bemposta, Travanca e Palmaz: continua o impasse

Pinheiro da Bemposta Destaques Palmaz Travanca

A junta da união de freguesias promoveu uma reunião em casa uma das três freguesias. A imagem diz respeiro à reunião em Palmaz.

Desagregação: para breve reunião entre a junta e assembleia para tomada de posição oficial

A assembleia da união de freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, realizou-se no passado dia 29 de setembro em Palmaz. Contactado pelo ‘Correio de Azeméis’, Constantino Henriques, presidente da assembleia de freguesia, afirmou que marcará para breve uma reunião entre a assembleia de freguesia e executivo de modo a que seja tomada e anunciada uma posição oficial quanto ao processo de uma eventual desagregação.

Imagem da sessão promovida pelo ‘Correio de Azeméis/Azeméis TV/FM’ na sede da ex-junta de freguesia de Travanca, que debateu a desagregação da união de freguesias, e que teve uma elevada participação. (Na última edição por lapso, esta foto ilustrou o texto da sessão da assembleia de freguesia).

Ao ‘Correio de Azeméis’ uma fonte devidamente identificada afirmou que durante a assembleia um “freguês alertou para o exagero do número de assinaturas solicitado” que Constantino Henriques, presidente da assembleia, havia afirmado ser necessário para que a assembleia levasse a questão da desagregação a discussão.  Na mesma nota enviada à nossa redação, o leitor afirma que não houve uma tomada de posição oficial por parte dos membros da assembleia de freguesia nem do seu presidente e que não foi realizada qualquer votação.  
Constantino Henriques, quando contactado pelo ‘Correio de Azeméis’ esclareceu que “a assembleia terá em conta uma proposta que apresente um número de assinaturas semelhantes aos votantes que elegeram os membros da atual assembleia 

O número de assinaturas
Na última edição do ‘Correio de Azeméis’ o presidente da assembleia referiu que as quatro mil assinaturas sugeridas numa das sessões de esclarecimento sobre o processo de desagregação, “seria simbólico e que se caso a população reunisse 3 mil assinaturas seria feita uma avaliação”. Nas últimas eleições autárquicas foram 3032 o total de votantes desta união de freguesias . A lei prevê que o número de subscritores necessários para a convocação pelos cidadãos de uma assembleia de freguesia extraordinária, será de 650 (50 vezes o número de membros da assembleia de freguesia).

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Mercado à Moda Antiga “com mais de 100 inscrições”
2/02/2023
Ainda sem garantias Polícia Municipal pode chegar em 2024
2/02/2023
Colisão entre carro e bicicleta deixou uma mulher ferida
2/02/2023
É oficial. Oliveirense apresentou Kazu Miura
1/02/2023
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023