Um Partido mesmo partido

Helena Terra

Helena Terra *

Como é sabido, no último sábado, os militantes do PSD escolheram o presidente do seu partido e os resultados ditaram que esse seja o Luís Montenegro.
O outro candidato, Jorge Moreira da Silva, além de ter sido derrotado por uma margem muito expressiva, deixou claro que é um militante que não é conhecido, nem reconhecido pelas bases do seu partido, que é um dos dois maiores do sistema democrático português.
Luís Montenegro é um tribuno com grande experiência política, desde logo porque foi deputado eleito pelo distrito de Aveiro durante 16 anos, dos quais cerca de 6 foi líder de bancada e presidente do grupo parlamentar do PSD.
Por sua vez, Jorge Moreira da Silva foi, durante pouco mais de 2 anos, Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.
Luís Montenegro é uma personalidade mais conhecida do público em geral e, portanto, também dos militantes do PSD e conhecido como um dos mais visíveis rostos do Passismo.
Jorge Moreira da Silva, visto também como Passista, é um rosto pouco conhecido e que, depois da sua saída do governo, onde substituiu Assunção Cristas, se manteve longe dos ecrãs e da “ribalta”, contrariamente ao seu adversário.
Ora, em politica, sobretudo em política partidária, quem não está sob a luz dos diversos palcos não existe e, quem não aparece esquece.
Luís Montenegro ganhou em todas as distritais do país e, nestas, empatou em 9 secções concelhias, sendo que, uma delas foi Oliveira de Azeméis, onde cada um dos candidatos teve 64 votos, num universo de 130 votantes com 2 votos brancos.
Oliveira de Azeméis demonstra assim que, numa altura em que precisa estar unido para combater uma maioria absolutíssima do seu direto adversário, está partido, completamente partido, isto para não dizer que existem duas fações no PSD de Oliveira de Azeméis. 
Do ponto de vista nacional, julgo que o PS preferiria que tivesse ganho Moreira da Silva. Do ponto de vista daquilo que é o normal jogo democrático e da reposição do espetro partidário no seu lugar, é preferível a vitória de Luís Montenegro.
Ao Luís Montenegro de quem sou amiga e com quem trabalhei de perto no parlamento desejo as maiores felicidades.

 * Advogada
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
‘Carnaval de Pindelo’ promete arrasar
30/01/2023
Hattrick de Martinez na goleada da Oliveirense
30/01/2023
Três pontos garantidos já perto do final
30/01/2023
Homenagem a Henrique Vieira
30/01/2023
Juniores da Oliveirense golearam
30/01/2023
Estoril empresta Serginho à Oliveirense
30/01/2023
Anthony Carter chegou e já mostrou trabalho
30/01/2023