Trabalhar Para Mudar

Bloco de Esquerda

Alcino Martins *

O Presidente da Câmara, na cerimónia de entrega das 20 bolsas de estudo no início deste ano, no seu discurso disse e passo a citar:” Não podemos permitir que os jovens que querem prosseguir uma carreira académica não o possam fazer por questões de natureza económica, que neste território ninguém fica para trás, e que a educação é o pilar fundamental da promoção da coesão social e da igualdade de oportunidades.” Fim de citação.

O BE, tendo conhecimento que mais de 60 estudantes Oliveirenses que cumpriam todos os requisitos para receber as bolsas de estudo, foram injustamente excluídos, porque o Presidente da Câmara decidiu não aumentar o número de bolsas, decisão que consideramos, injusta e criadora de desigualdades e oportunidades no acesso à educação, apresentou uma proposta na Assembleia Municipal para aumentar em mais 60 bolsas universitárias, de modo a incluir os estudantes oliveirense que foram excluídos.
Dos 5 partidos representados na Assembleia municipal, só o PS é que votou contra, na defesa de um Presidente da Câmara, que não é certamente defensor de medidas sociais para apoiar as famílias que passam por dificuldades económicas.
Posto isto, o BE considera ultrajante a proposta do Presidente da Câmara em aumentar apenas para 22  o  número de bolsas de  estudo para o ano letivo 2022/2023, ou seja , do ano passado. A Câmara Municipal ofereceu 10 bolsas e as restantes foram as empresas, este ano apenas reforça com mais uma bolsa a sua oferta, numa altura em que as famílias veem esmagados os seus rendimentos devido aos fortes aumentos,  dos serviços, água, luz, gás, dos bens alimentares às rendas e as prestações da habitação, verificamos que da parte deste Presidente não existe qualquer intenção de reforçar as medidas de apoio social. Questionamos, quantos estudantes Oliveirenses vão desistir de continuar o seu percurso académico por falta de apoios.
A realidade é que, o nosso Concelho, Oliveira de Azeméis, só conhecerá o verdadeiro Progresso e Desenvolvimento, quando começarmos a dar valor à obra feita, e não à repetida promessa de a fazer, darmos valor às ações, e não aos discursos polidos de Políticos, que não honram a própria palavra.
 * MEMBRO DA am pelo BE  
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
‘Carnaval de Pindelo’ promete arrasar
30/01/2023
Hattrick de Martinez na goleada da Oliveirense
30/01/2023
Três pontos garantidos já perto do final
30/01/2023
Homenagem a Henrique Vieira
30/01/2023
Juniores da Oliveirense golearam
30/01/2023
Estoril empresta Serginho à Oliveirense
30/01/2023
Anthony Carter chegou e já mostrou trabalho
30/01/2023