Reve de Flo está há 20 anos em Loureiro

Loureiro Freguesias

EMPRESA DE CALÇADO DEDICA-SE AO SEGMENTO FEMININO

A Reve de Flo – Shoes é uma empresa com grande experiência no setor do calçado, fundada em 1973, num seio familiar e que se instalou na zona industrial de Loureiro em agosto de 2002, na altura denominada, ainda, zona industrial da Moura.

Amadeu Pereira é o empresário que está por trás do sucesso da empresa de sapatos oliveirenses

Nos primeiros anos de atividade a empresa comercializava as marcas Relevo e Riva, apenas para o mercado nacional. Em 1985, a Reve de Flo iniciou a sua atividade exportadora, que se refletiu na força internacional que a empresa hoje detém, aumentando, ano após ano o volume de negócios. Só em 1994 foi criada a marca Reve De Flo, destinada, exclusivamente, ao mercado externo. No entanto, o desenvolvimento do mercado levou este nome a tornar-se a marca principal e a imagem da empresa.  
A evolução do setor do calçado, o aumento das exportações, e a consequente necessidade de melhorar as condições de trabalho dos funcionários levou a Reve de Flo a mudar-se para Loureiro, local onde encontro novas e modernas instalações.
Atualmente, a empresa oliveirense está focada no segmento feminino e exporta toda a sua produção para o estrageiro, pelo que os mercados dominantes são os Estados Unidos da América, a Alemanha, a França e a Dinamarca. Por ano, estima-se que produza cerca de 150 mil pares de sapatos e tenha uma faturação na ordem os 5.5 milhões de euros. A Reve de Flo emprega cerca de 60 funcionários diretos, e mais 90 subcontratados, que estão com a empresa a 100 por cento.  
Em declarações ao Correio de Azeméis, o proprietário, Amadeu Pereira, referiu que a escolha de instalar a empresa na zona industrial de Loureiro surgiu do facto de um membro da administração, e maior acionista, possuir terrenos no local. “Temos um grande historial, porque fomos pioneiros, estamos cá desde 2002, fomos a segunda empresa a instalar-se aqui e durante alguns anos estivemos isolados”, declarou Amadeu Pereira.

 

Reve de Flo é PME líder pela quarta vez consecutiva 

O estatuto PME Líder é um selo de reputação criado pelo IAPMEI para distinguir o mérito das pequenas e médias empresas (PME) nacionais com desempenhos superiores. É atribuído em parceria com o Turismo de Portugal (no das caso das empresas do setor do Turismo), um conjunto de bancos parceiros e as Sociedades de Garantia Mútua, tendo por base as melhores notações de rating e indicadores económico-financeiros.
A Reve de Flo recebeu a distinção em 2021 pela quarta vez consecutiva e sexta nos últimos sete anos. 
As PME Líder têm acesso a um conjunto de benefícios, como condições especiais a produtos financeiros e a uma rede de serviços, a facilitação da relação com a banca e o prestígio associado à marca PME Líder na relação com os seus stakeholders.

 

Reve de Flo apresentou-se no Moda Lisboa 2022
No passado dia 13 de março, a Reve de Flo estrou-se no mundo da moda ao subir à passerelle da Moda Lisboa. A marca de sapatos oliveirense esteve presente no em parceria com o estilista e designer Dino Alves. Foram produzidos dois modelos de calçado, uns sapatos stilletos e uma botas altas, “desenhados e produzidos de acordo com o que Dino Alves pretendia e coordenada com o nosso departamento de desenho da empresa”. “No final conseguiu-se um produto excelente e abrilhantou o desfile”, explicou, ao Correio de Azeméis, Amadeu Pereira, proprietário da Reve de Flo. Uma estreia para a empresa e para a marca oliveirense, que leva o proprietário a ver com bons olhos mais parcerias futuras como esta: “Encaramos este projeto com o máximo de cuidado. O facto do nome da nossa marca estar associado a uma pessoa muito influente no mundo da moda e estar representado na Moda Lisboa, é muito positivo para nós. O nosso objetivo é ter mais parcerias como esta. Promover a marca é sempre muito importante”.

“ZI de Loureiro tem um potencial tremendo”
O empresário, Amadeu Pereira, reconheceu algumas debilidades da zona industrial de Loureiro: “Esta localização não foi até ao dia de hoje aproveitada da melhor forma para que todo o seu potencial pudesse ser atingido”, referiu. O propietário da Reve de Flo apontou o caso do atraso das obras que “têm deixado a rua praticamante instransitável”. “Não faz sentido termos uma zona industrial tão próxima das entradas para as principais autoestradas e não termos uma entrada direta para a variante que dá acesso às mesmas, fazendo com que os camiões tenham de se deslocar pelo interior da freguesia provocando transtorno”, referiu. No entanto, não deixa de referir que “tem tudo para se tornar de referência”.  “A Zona Industrial de Loureiro é uma zona com um potencial tremendo à espera para ser explorado pelas empresas que já cá estão e por outras que, após verem os devidos acessos e obras realizadas, vão mostrar interesse em deslocar as suas instalações para cá”, concluiu. 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
‘Carnaval de Pindelo’ promete arrasar
30/01/2023
Hattrick de Martinez na goleada da Oliveirense
30/01/2023
Três pontos garantidos já perto do final
30/01/2023
Homenagem a Henrique Vieira
30/01/2023
Juniores da Oliveirense golearam
30/01/2023
Estoril empresta Serginho à Oliveirense
30/01/2023
Anthony Carter chegou e já mostrou trabalho
30/01/2023