Projeto ‘Time’ leva jovens oliveirenses à indústria

S. Martinho da Gândara Freguesias

OBRA SOCIAL É A ENTIDADE COORDENADORA

O ‘TIME’ CLDS 4G Oliveira de Azeméis (Tempo de Incluir, Mudar e Empreender) é um projeto de intervenção social que tem ajudado no desenvolvimento do concelho, na “inclusão” e no “incentivo à mudança de comportamentos na comunidade”, com o objetivo de “incitar atitudes empreendedoras”. Apoiado por fundos comunitários, o projeto tem a Obra Social de São Martinho da Gândara como entidade coordenadora, pela terceira vez, e a câmara municipal como entidade promotora.

O ‘TIME’ atua em três eixos: emprego, formação e qualificação; intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil; promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa. Recentemente tem organizado visitas às empresas oliveirenses dando a conhecer aos jovens do concelho a realidade industrial. A Polisport, a Simoldes, a Covema, a SLM, a Schmidt Light Metal Group, a Novarroz e a Cheto são algumas empresas oliveirenses de referência que já receberam alunos. 
Em declarações ao Correio de Azeméis, Catarina Almeida e Sandra Lopes, responsáveis pelo projeto, referiram que o objetivo das visitas é dar a conhecer aos jovens “o tecido empresarial oliveirense” e “colocá-los em contexto laboral”. “Queremos aproximar a comunidade escolar com o tecido empresarial, mostrar o que existe em Oliveira de Azeméis e a dinâmica das empresas”, explicou Catarina Almeida. 
Estas visitas surgiram no âmbito de um questionário lançado às escolas pelo projeto ‘Time’, no início do ano letivo, com vista à adequação das atividades às “necessidades e interesses” dos alunos: “No caso das empresas, os alunos tiveram a oportunidade de escolher as áreas de negócio que gostariam de visitar. Para além disso também puderam inovar temáticas que queiram ver abordadas que não fizessem parte do plano de estudos”, referiram as responsáveis. 
O projeto ‘Time’ foi implementado em Oliveira de Azeméis e já cerca de 10 mil pessoas beneficiaram dele nas mais variadas áreas. 

“É uma honra e um prazer estarmos com este projeto. Estamos muito contentes com a equipa que o está a guiar, têm efetuado um trabalho excelente de dinamização”. 
Alda Teorgas e Arlindo Gomes, Obra Social de S. Martinho da Gândara

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Sub-17 da Oliveirense erguem o troféu de campeões
26/02/2024
“As sondagens têm um papel de condicionar o voto”
26/02/2024
CDU quer distribuição de riqueza
26/02/2024
Carlos Fonseca, o ‘pai’ do teatro oliveirense
26/02/2024
Biografia de Ferreira de Castro apresentada
26/02/2024
UNIR continua em falha
26/02/2024
Lulucabit, um talento oliveirense
26/02/2024
GM Macinhatense irá celebrar 89 anos
26/02/2024
PUB