Politicamente (in)correto

CHEGA

Manuel Almeida *

Quando os portugueses elegeram com maioria absoluta este governo nas últimas legislativas, certamente não esperavam que esta maioria absoluta se transformasse num governo de poder absoluto emaranhado em teias e trapalhadas.

Arrisco-me a dizer que este governo socialista bate o recorde de trapalhadas de todos os tempos e em tão curto espaço de tempo.
Os sucessivos governos saídos do Largo do Rato presentearam-nos desde sempre com a distribuição de tachos pela “famiglia” socialista e com vários casos de corrupção nas mais altas figuras desses governos, como é o caso do “preso 44”. O governo de António Costa não é excepção!
Temos um ministro da saúde, recentemente empossado, casado com a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, e que era (ou ainda é) gerente de uma empresa com actividade na área da saúde. Tudo isto, situações incompatíveis com o cargo que ocupa e completamente imorais
A ministra da Coesão Territorial tutela a pasta que atribui fundos europeus para apoios a empresas, e pasmem-se, a empresa do marido da ministra tem sido um dos beneficiários destes apoios… Trata-se de uma ilegalidade? Provavelmente não.
Pedro Nuno Santos, o homem que em tempos idos sugeriu que Portugal não pagasse a dívida aos credores, que numa manhã anuncia um aeroporto mas que à noite esse aeroporto afinal já não avança, também beneficia de contratos de ajuste directo com o Estado através da empresa detida maioritariamente pelo pai.
Mas enquanto tudo isto sucede, os beneficiários das subvenções vitalicias vêm as suas “reformas” dobrarem o valor aos 60 anos, ficamos a saber que o governador do BDP, ex ministro das finanças, vê o seu salário aumentar e passará a ganhar num ano o equivalente a 18 anos de trabalho de um comum contribuinte…
Depois de injectarmos mais de 3 mil milhões de euros na TAP, fomos surpreendidos com a renovação de frota automóvel dos mais de oitenta directores da empresa, mas parece que tal já não acontecerá. A nomeação de ex-ministros para provedores disto e daquilo também continua a bom ritmo…
Estes socialistas têm transformado o nosso país num autêntico bordel.
Para terminar, deixo duas questões: a moralidade, a ética e o caracter dessa gente, fica onde? Até quando vamos permitir isto?.
* Presidente da comissão política Concelhia do CHEGA
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Grupo de Cantares e Romarias de Travanca voltará a atuar no dia 28 de fevereiro
8/02/2023
Carnaval oliveirense terá sete grupos participantes
8/02/2023
Colisão deixou homem de 59 anos ferido
8/02/2023
Idosos evacuados de casa pelos bombeiros
7/02/2023
Derrota no último minuto
6/02/2023
Ossela B volta a ganhar
6/02/2023
Oliveirense meteu a quinta!
6/02/2023
CD Cucujães voltou às vitórias
6/02/2023