Em
Correio de Azeméis

9 May 2022

Politicamente (in)correto

CHEGA

Manuel Almeida *

No seguimento do programa da passada semana do “Politicamente Correto” promovido mensalmente pelo órgão de comunicação social Oliveirense, Correio de Azeméis, onde todos os partidos com assento na Assembleia Municipal debateram o processo para a desagregação ou não das Uniões de Freguesias, aproveito para enaltecer o trabalho desenvolvido por este órgão de comunicação local, porque tem sido o único a debater este tema com elementos das coletividades, partidos políticos e restante população. Resumindo, tem feito o trabalho que deveria ser feito pelos decisores autárquicos…
Como em tudo na vida, o tema da desagregação das freguesias, traz a público visões e opiniões diferentes. E ainda bem que assim é!
Neste momento, e a pouco mais de 6 meses para o término do processo, parece que Oliveira de Azeméis ainda não o iniciou, correndo o risco de serem tomadas decisões à pressa numa corrida contra o tempo, sem auscultar as populações das nossas Uniões de Freguesias.
Na minha opinião deveriam ser realizadas sessões de esclarecimento em todas as
Freguesias que compõem as 3 UF existentes no concelho com o propósito de esclarecer as populações sobre este tema, vantagens e desvantagens.
Será que a desagregação das Uniões de Freguesias beneficia as populações? Talvez sim, talvez não!
É importante que percebam que, em muitos casos, com a desagregação das freguesias a população sai a perder. Perdem serviços, perdem investimento e desenvolvimento a médio e longo prazo e perdem acima de tudo, uma oportunidade para se ultrapassarem diferenças e fortalecer as suas comunidades. A união faz a força e esse deve ser o mote e não o seu contrário.
O que tem faltado aos presidentes das UF, é capacidade e competência e já agora, vontade para administrar um território composto por várias localidades.
Auscultemos as populações num processo democrático e não como muitas vezes tem acontecido em que não são discutidas decisões, mas sim impostas unilateralmente. Não transformemos uma decisão histórica naquilo que poderá ser lembrado mais lá para a frente como um erro histórico!
* Presidente da comissão política  Concelhia  do CHEGA
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Marcelo Marques deixou a Oliveirense e assinou pelo Anadia
4/02/2023
Yamagata assume a SAD Oliveirense
4/02/2023
Joaquim Jorge não tem dúvidas: “Mudança para bitola ibérica é a melhor solução”
3/02/2023
Mercado à Moda Antiga “com mais de 100 inscrições”
2/02/2023
Ainda sem garantias Polícia Municipal pode chegar em 2024
2/02/2023
Colisão entre carro e bicicleta deixou uma mulher ferida
2/02/2023
É oficial. Oliveirense apresentou Kazu Miura
1/02/2023
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023