Orçamento aumenta em cerca de 10 mil euros

Freguesias Cucujães

Presidente da Junta explicou investimentos

A primeira Assembleia de Freguesia de Cucujães com o novo executivo decorreu no passado dia 18 de dezembro, no Centro Cultural da vila. Entre vários assuntos, esteve em destaque o orçamento para 2022 e o esclarecimento de algumas declarações de Simão Godinho. 

Rogério Cavaleiro (PSD) referiu-se ao valor previsto no orçamento (4500 euros) para a “conservação de bens e diversos edifícios”. “Nós queremos perguntar em que é que pretende gastar esse valor”, questionou a oposição. “Não me parece que o valor seja realista. O que me dá a entender é que o presidente não vai fazer nada. Será para a requalificação do polidesportivo de Faria, para as obras do Centro Cultural, para a Casa Mortuária?”, acrescentou. Alexandre Santos, contabilista da junta, explicou que “este valor refere-se a pequenas reparações” e afirmou que “há outra verba para grandes reparações”. 
Para além disso, quanto à verba referente à limpeza de ruas e espaços públicos, Rogério Cavaleiro (PSD) questionou, mais uma vez, o valor previsto de 50 mil euros. “Este ano, até setembro, já gastámos mais de 52 mil euros. Quer dizer, no próximo ano ainda teremos menos limpeza nas ruas?”, perguntou. Simão Godinho defendeu que o valor poderá ser “ultrapassado”. 
Luís Jesus (PSD), questionou, ainda, o presidente sobre as obras de grande envergadura que, no seu discurso de tomada de posse aquando das eleições autárquicas de 2021, proferiu ter realizado. “O senhor falou que, nos anteriores mandatos, os cucujanenses se podem orgulhar das obras de grande envergadura que o seu executivo levou a cabo. Mas que obras?”, interpelou a bancada do PSD. Simão Godinho respondeu, afirmando que “a junta de freguesia, por si própria, não as fez”. “Essas obras não são da nossa competência. Nós exigimos junto de quem deve executá-las, fazendo parcerias com a câmara”, explicou. 

 

Cucujães tem novas placas de identificação de localidade
Na semana de 18 de dezembro foram implementadas novas placas de identificação da localidade nas entradas da Vila de Cucujães, substituindo as antigas que, segundo Paulo Neto (PS) “em nada dignificavam o nome da freguesia”. O presidente da junta, Simão Godinho confessou que as placas já existiam “há cerca de três meses”, mas as mesmas só foram colocadas agora para a iniciativa não ser confundida com “campanha eleitoral”. 

Site da junta vai ganhar “nova cara”
À data da Assembleia de Freguesia, o site da junta de freguesia encontrava-se fora de serviço, decorrente de uma “necessidade de manutenção”, referiu Simão Godinho. Questionado por Paulo Neto (PS) relativamente à data da conclusão, e consequente operacionalidade do mesmo, o presidente da Junta de Freguesia da Vila de Cucujães referiu que “em breve” está funcional, não apontando uma data certa. 

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Sub-17 da Oliveirense erguem o troféu de campeões
26/02/2024
“As sondagens têm um papel de condicionar o voto”
26/02/2024
CDU quer distribuição de riqueza
26/02/2024
Carlos Fonseca, o ‘pai’ do teatro oliveirense
26/02/2024
Biografia de Ferreira de Castro apresentada
26/02/2024
UNIR continua em falha
26/02/2024
Lulucabit, um talento oliveirense
26/02/2024
GM Macinhatense irá celebrar 89 anos
26/02/2024
PUB