O trânsito na cidade precisa de solução

Concelho

Na sequência da conferência da ADRITEM e do estudo dos estudantes da FAUP (Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto), ‘mobilidade e transportes no centro da cidade’ foi o tema em debate no programa ‘Politicamente Correto, na Azeméis TV/FM. Moderado pelo jornalista Eduardo Costa, o programa contou com a participação dos representantes do CDS-PP, Pinto Moreira, da JS, Vasco Alves, e do PSD, José Campos. O estudo apresentado pelos alunos concluiu que a construção do centro multimodal de transportes no coração da cidade irá obrigar à circulação de dezenas de pesados por dia. Não estaremos a comprometer a ideia de devolver a cidade às pessoas com esta opção? “Ninguém acompanha o PS na sua ideia. Levaram-na para a frente, mas vão sozinhos. Apesar de ser um grupo de universitários, chegaram, viram, analisaram e não acompanharam aquela que foi a decisão feita e, neste momento, de forma irreversível da câmara municipal, que está a criar, em frente à igreja matriz, uma centralização de veículos pesados de passageiros” Pinto Moreira (CDS-PP) “No mercado municipal não vai estar nenhum centro de camionagem. É um Pick and Go, que é um local onde as pessoas entram e saem da cidade. Nas políticas públicas, todos sabemos que há risco e se soubéssemos se teria sucesso ou não, era muito fácil. O PS defende esta opção e considera que pode ser uma mais-valia para fazer com que as pessoas deixem de se deslocar para o centro da cidade de carro” Vasco Alves (JS) “Estamos a falar de dezenas de autocarros e não de uma simples paragem de autocarros como o PS parece querer ter como narrativa. Eu percebo o estudo dos alunos, mas acho que mesmo quando as conclusões não são do nosso agrado, não devemos deixar esses estudos na gaveta. Quando falamos em mobilidade não nos podemos esquecer que ainda hoje temos um concelho onde existem sítios sem passeios. Não se pode ir da cidade a Madaíl de bicicleta ou a pé, sem correr perigo” José Campos (PSD) Outra questão que decorre tanto do estudo dos alunos como das conclusões do seminário da ADRITEM é a questão do ‘trânsito caótico’ que se vive na cidade. Como é que se pode resolver este problema? “Nós sabemos qual é o diagnóstico e sabemos quais são os pontos fracos. Agora tem que haver a intervenção e o projeto de equipas de urbanistas, que nos dêem soluções para depois nós podermos tomar a nossa decisão. Sabemos que queremos ter uma ligação para dentro e para fora da cidade” Pinto Moreira (CDS-PP) “A cidade é relativamente pequena, facilmente se consegue deslocar de um ponto para o outro a pé. Acaba por ser uma questão de mentalidade e de comportamento das pessoas. O Pick and Go pode minimizar o problema do tráfego rodoviário se as pessoas aderirem e se deslocare ao centro da cidade através do transporte coletivo” Vasco Alves (JS) “Não tem sido possível apresentar soluções concretas para este problema. Também tem a ver com a mentalidade das pessoas, o uso do carro individual, é algo que também tem que mudar” José Campos (PSD) Qual é posição de cada partido sobre o que poderá ser feito para diminuir o trânsito na cidade? “Defendemos a construção da Praça da Vila, na Praça José da Costa, o jardim público centro histórico. Toda a parte do mercado atual seria demolida e depois feita ali uma intervenção onde estariam localizados cafés, bares e restaurantes, espaços de lazer. Não valeu esta nossa proposta, e agora em vez de aliviar a pressão naquela zona do mercado, esta vai ser aumentada. A ciclovia tem que ser também alargada e defendemos a criação de um corredor direto pedonal entre o centro da cidade e o parque de La Salette” Pinto Moreira (CDS-PP) “O que se tem vindo a fazer é a requalificação do edificado público. Para além disso, a reestruturação da rede viária é fundamental. A questão da ferrovia é muito importante também. É inadmissível a linha estar no estado em que está” Vasco Alves (JS) “Uma das conclusões que o estudo da FAUP apresenta é que tem que haver, com a criação de uma estação multimodal mais a sul da cidade, na área da estação dos caminhos de ferro, numa requalificação da linha do vouga, e que seja também uma infraestrutura para onde iriam também os autocarros” José Campos (PSD)

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023