Mulher de Santiago de Riba-Ul constituída arguida no âmbito da megaoperação da GNR

Casos de Polícia

Foram apreendidas uma pistola 6.35, 40 munições, 3110 euros, uma viatura e ainda gorros e luvas

Uma mulher de 28 anos, residente na freguesia de Santiago de Riba-Ul, foi, esta manhã, constituída arguida no âmbito da megaoperação policial que tem por objetivo o desmantelamento de uma rede organizada de crimes de furto, furto qualificado, roubo, sequestro, extorsão, posse de armas proibidas, tráfico de armas, tráfico de estupefacientes, burla e associação criminosa, no que diz respeito às buscas em Oliveira de Azeméis. A megaoperação realiza-se nos distritos de Aveiro, Porto e Braga.

Ana Catelas

No âmbito de uma investigação por crimes contra o património, que decorre há cerca de dois anos, os militares da Guarda realizaram diversas diligências policiais e de investigação que culminaram na identificação de uma rede organizada e dos seus elementos, referiu em comunicado o Comando territorial do Porto da GNR.

Oliveira de Azeméis foi um dos concelhos que esteve na rota das investigações, tendo aqui sido realizada uma busca domiciliária, mais precisamente na freguesia de Santiago de Riba-Ul. Na sequência dessa busca foi constituída arguida uma mulher de 28 anos, mas nada foi apreendido na sua residência, uma vez que o material estava numa habitação em Gaia, que é propriedade do companheiro desta mulher, segundo avançou ao Correio de Azeméis fonte do Comando Territorial do Porto. Nesta habitação, no distrito do Porto, foram apreendidos diversos materiais, nomeadamente uma pistola 6.35, 40 munições, 3.110 euros, uma viatura e ainda gorros e luvas.

Ainda de acordo com o comunidado, a GNR do Porto refere que estes elementos atuavam em todo o território nacional, sendo suspeitos de terem efetuado, pelo menos, 60 crimes. No seguimento da investigação foi dado cumprimento a 56 buscas domiciliárias, sete em viaturas e estabelecimentos e a sete mandados de detenção, nos concelhos de Matosinhos, Santo Tirso, Valongo, Trofa, Ermesinde, Famalicão, Barcelos, Braga, Guimarães e Oliveira de Azeméis.

Durante a manhã de hoje, 30 de maio, foram detidas 17 pessoas nesta megaoperação da GNR em várias zonas da cidade do Porto.  Cinco pessoas foram constituídas arguidas e foram apreendidas seis viaturas e 16.370 euros.

Para a realização desta operação encontram-se empenhados mais de 300 militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) e cerca de 30 elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) em apoio.

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Hóquei Feminino: Escola Livre empata com CA Feira
19/02/2024
Oliveirense pedalou na Volta ao Algarve
19/02/2024
Incêndio deflagrou em sapataria centenária no centro da cidade
19/02/2024
Programa Avançar
19/02/2024
O pavoroso Ciclone de 15 de Fevereiro de 1941
19/02/2024
Museu da Linha do Vouga é uma possibilidade
19/02/2024
BE apresentou medidas para Linha do Vouga
19/02/2024
Patinagem do CDC é vice-campeã do Torneio Abertura Rollart
19/02/2024
PUB