Já começou diálogo sobre desagregação de freguesias

Destaques Reuniões de Cãmara e Assembleia Municipal

Primeiro contacto aconteceu com presidentes de junta

O processo de discussão divulgado pelo executivo camarário sobre a desagregação das freguesias já teve início com uma primeira reunião com os presidentes de junta, em Cesar, no dia 21 de abril. Joaquim Jorge deu conta, mais uma vez, da vontade em guiar um processo “responsável” de “profunda discussão”.

“O que importa decidir é um modelo que sirva os interesses da população e o desenvolvimento territorial”, referiu o edil oliveirense. 
O deputado José Lourenço (PS) referiu que, na altura da desagregação das freguesias, o executivo “não liderou o processo, não se opôs a ele, nem tentou condicionar qualquer opção”. “A decisão tomada foi da responsabilidade do então governo do PSD/CDS-PP”, explicou. “O Partido Socialista em Oliveira de Azeméis sempre discordou da forma como o processo foi conduzido e da forma como as pessoas não foram envolvidas (…) Devemos ser nós, em comunidade, a refletir o que é melhor para todos”, acrescentou. 
Vítor Januário (CDU), no período de intervenção do público, também reforçou o assunto, referindo que está a decorrer na freguesia de Pindelo um abaixo-assinado para a desagregação das freguesias, pedindo a colaboração e assinatura de todos. 
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Mercado à Moda Antiga “com mais de 100 inscrições”
2/02/2023
Ainda sem garantias Polícia Municipal pode chegar em 2024
2/02/2023
Colisão entre carro e bicicleta deixou uma mulher ferida
2/02/2023
É oficial. Oliveirense apresentou Kazu Miura
1/02/2023
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023