Fim de tarde

Poemas

O sol mergulhou no mar
E deixamos de o ver
Mesmo sem saber nadar
Voltará a aparecer

Vê-lo ir aquece a alma
O horizonte escurece
Regresso a casa com calma
Lá a lareira aquece

Aconchego-me no sofá
Um livro por companhia
E uma chávena de chá
Chega ao fim este dia.

Sono reconfortante
Chega a segunda feira
Com trabalho por diante
Tudo à minha maneira.

Helena Terra, 
Oliveira de Azeméis

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Mercado à Moda Antiga “com mais de 100 inscrições”
2/02/2023
Ainda sem garantias Polícia Municipal pode chegar em 2024
2/02/2023
Colisão entre carro e bicicleta deixou uma mulher ferida
2/02/2023
É oficial. Oliveirense apresentou Kazu Miura
1/02/2023
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023