Em
Correio de Azeméis

18 Jul 2022

FERPINTA celebrou 50 anos de fundação

Destaques Carregosa Concelho

EMPRESA SEDIADA EM CARREGOSA FOI FUNDADA EM 1972

Fundado em 1972, o Grupo Ferpinta celebrou 50 anos de existência no passado dia 30 de junho. Atualmente reconhecido como o maior fabricante ibérico de tubos de aço e uma marca de renome da indústria metalomecânica, a empresa sediada em Carregosa já se dedica, também, aos setores dos equipamentos agrícolas e do turismo.

Fernando Pinho Teixeira, o fundador, partilha hoje o legado com sua a família, e é um dos principais empregadores da região. No início, a FERPINTA ocupava a sua produção com o fabrico de tubos de aço, na altura a principal matéria-prima utilizada no mobiliário escolar, instalações para agropecuária e estruturas metálicas para construção civil. No entanto, rapidamente alargou a sua produção a outros setores. Atualmente assume-se como uma das empresas mais poderosas a nível nacional, tendo unidades de produção espalhadas por todo o país, e já avançou, há mais de duas décadas para projetos além-fronteiras, estando já internacionalizado em mais de 50 países, com investimentos diretos em Espanha, Angola e Moçambique, Guiné-Bissau, Costa do Marfim e República Democrática do Congo. Em 1991 adquiriu a Facar, a maior produtora de tubos de aço em Portugal, o que eleva a sua empresa a uma das maiores do setor à escala europeia.
Para a FERPINTA, estes 50 anos repletos de sucesso são “resultado da resiliência, dedicação e visão empreendedora do seu fundador e ainda hoje presidente, o Sr. Comendador Fernando Pinho Teixeira”. “Hoje, com a mesma convicção, mas com ainda mais certezas que há 50 anos, celebramos com cada um, cada momento vivido. Estamos preparados para mais 50 anos”, escreveu a empresa sediada em Carregosa. 

“São 50 anos de existência de uma pequena empresa nascida em Carregosa, Oliveira de  Azeméis, que soube crescer e internacionalizar-se e, que é hoje, uma das maiores empresas do seu setor, reconhecida a nível nacional e internacional.
A celebração de cada aniversário convida-nos, de uma perspetiva reflexiva, a olhar para trás e recordar as nossas origens, pensar o nosso presente e avaliar o que temos contruído e a sonhar o futuro com a mesma capacidade de superação e resiliência que nos fez chegar até aqui.
Este é um percurso feito lado a lado com os avanços do país, as mudanças sociais e económicas, os momentos altos e as fases mais críticas, mas em todos os momentos, com respeito pelo trabalho e valores que nos definem, procurando ir ao encontro das expectativas de todos, honrando assim o nosso principal propósito –construir um futuro cada vez melhor, produzindo tubos, perfis, formatos e bandas de aço que queremos fazer chegar cada vez mais longe e acrescentar valor à vida de todos aqueles que depositam na FERPINTA, a confiança e a expectativa no trabalho que realiza: colaboradores, fornecedores, clientes, parceiros e amigos.
Hoje, mais do que nunca, estamos conscientes da nossa posição e importância na comunidade que nos acolhe, bem como na sociedade em geral.
É com um enorme orgulho e convicção, que reiteramos hoje, mais ainda do que há 50 anos, o nosso compromisso de continuarmos a crescer e a sonhar o futuro, com a mesma ambição e competência daqueles que acreditam que, com trabalho e emoção, somos todos responsáveis pela diferença que queremos ver no Mundo”.
Comendador Fernando Pinho Teixeira

FERPINTA investiu 60 milhões na AAE de Loureiro 
A 23 de agosto de 2021, a FERPINTA adquiriu o pavilhão da Wuhan Industries, conhecido pela comunidade como o “pavilhão chinês”, na Área de Acolhimento Empresarial Ul/ Loureiro. A implementação da empresa está prevista para 2023 e a FERPINTA pretende investir cerca de 60 milhões de euros e gerar 30 postos de trabalho, numa área de cobertura de 20 mil metros quadrados, prevendo uma faturação na ordem do um milhão e 600 mil euros.
Em declarações ao Correio de Azeméis, a empresa de metalomecânica oliveirense referiu que a instalação em Loureiro tem como objetivo “desenvolver processos produtivos inovadores e robustos, baseados na indústria 4.0, com introdução de novas linhas de corte, associadas a automatismos disruptivos e otimização de fluxos, com resposta eficaz às necessidades do cliente”. “A FERPINTA pretende continuar a afirmar-se como uma empresa inovadora no desenvolvimento e na produção de tubos em aço de elevada qualidade, enquanto referência no setor mundial e líder no mercado ibérico (…) A concretização do presente investimento alavancará a empresa no setor da metalomecânica pelo reforço da sua posição de player inovador e pela capacidade de melhorar o seu processo produtivo com a introdução de sistemas avançados de produção e ferramentas pioneiras no setor”, explicou Fernando Teixeira. 
Recentemente, a empresa recebeu um crédito fiscal de 4,99 milhões de euros e um apoio a fundo perdido do Compete 2020 de 5,99 milhões, decisão tomada no último Conselho de Ministros de 2021. o incentivo decorre de um investimento de 937 milhões de euros na economia feito em 26 contratos de investimento, um deles a FERPINTA. 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Marcelo Marques deixou a Oliveirense e assinou pelo Anadia
4/02/2023
Yamagata assume a SAD Oliveirense
4/02/2023
Joaquim Jorge não tem dúvidas: “Mudança para bitola ibérica é a melhor solução”
3/02/2023
Mercado à Moda Antiga “com mais de 100 inscrições”
2/02/2023
Ainda sem garantias Polícia Municipal pode chegar em 2024
2/02/2023
Colisão entre carro e bicicleta deixou uma mulher ferida
2/02/2023
É oficial. Oliveirense apresentou Kazu Miura
1/02/2023
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023