Escola Comendador Ângelo Azevedo soprou 20 velas

S. Roque Destaques Freguesias

SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO VISITOU INSTITUIÇÃO

No dia em que a Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo, em São Roque, comemorou 20 anos ao serviço da comunidade oliveirense, o secretário de Estado da Educação, António Leite, visitou a instituição e participou nas celebrações lideradas pelo presidente do agrupamento, António Figueiredo, “marcadas pela homenagem a todos aqueles que consolidaram o percurso deste estabelecimento de ensino e pelo desafio de continuar a afirmar a escola pública num mundo em permanente mudança”.

Comendador Ângelo Azevedo foi um “exemplo de vida”
Nascido na freguesia de Cesar, em 1936, Ângelo da Silva Azevedo é recordado como um homem de trabalho, dedicado à vida do concelho e sempre preocupado com o seu desenvolvimento. A sua primeira participação cívica de relevo deu-se quando, com menos de 30 anos, assumiu a presidência do FC Cesarense. Depois, com 31 anos, a 01 de janeiro de 1968, tornou-se presidente da Junta de Freguesia de Cesar, tendo sido, ao mesmo tempo, eleito para membro do Conselho Municipal de Oliveira de Azeméis. A 15 de março de 1971, Ângelo Azevedo foi chamado à vice-presidência da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis e aí se deu o início de um “novo ciclo da vida do promissor autarca”. Nos mandatos de 1983/85, 1986/89 e 1990/93, o comendador foi sucessivamente eleito para presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis. Todo este percurso autárquico culminou com a candidatura de Ângelo Azevedo ao executivo camarário oliveirense, nas eleições autárquicas de 1993, que venceu, repetindo o feito em 1997, onde conquistou uma vitória marcada por uma maioria absoluta. Das suas obras, destacam-se a construção das Escolas Básicas 2,3 de Pinheiro da Bemposta, Loureiro, São Roque e Carregosa, a construção do pavilhão da Escola Secundária Ferreira de Castro, apoio à construção do pavilhão de Ossela, a piscina coberta da Escola Secundária Soares Basto, a recuperação total do parque escolar do primeiro ciclo, a criação da Escola Superior de Enfermagem e a construção da via do Nordeste. A lista é vasta e por isso o legado e obra de Ângelo Azevedo ficarão para sempre na memória dos oliveirenses. A 20 de dezembro de 2004, o Conselho Executivo e a direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica de Segundo e Terceiro Ciclos de São Roque propuseram o nome de Ângelo Azevedo da Silva para seu patrono e, desde então, chama-se Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo. 
(Texto de António Magalhães, publicado na edição de 25 de maio de 2021)

Secretário de Estado da Educação diz que a escola tem “papel fulcral no desenvolvimento do território”
“Eu creio que o aniversário de uma escola é sempre um dia de grande felicidade para todos aqueles que tornam possível que ela exista. Vinte anos é, de facto, uma marca que merece ser comemorada, e assim foi. Esta é uma escola absolutamente determinante para a rede que existe neste concelho e nesta região, e tem desempenhado um papel fulcral para o desenvolvimento humano do território, e certamente, também, para o desenvolvimento económico. É, para mim, um enorme gosto regressar a esta escola onde já estive várias vezes, mas agora como secretário de Estado da Educação, ver o trabalho e o desenvolvimento que aqui tem acontecido (…) A escola é um elemento essencial da comunidade, a comunidade está dentro e fora da escola e a escola está dentro e fora da comunidade, não há forma de distinguir uma coisa da outra. Quanto mais a comunidade se sentir respondida pelo serviço que a escola garante e quanto mais a escola for capaz de garantir um serviço público a essa comunidade, maior é, certamente, o sucesso que os nossos alunos e alunas podem ter”. 
António Leite, secretário de Estado da Educação

 

 

O Secretário de Estado da Educação, António Leite, e o presidente do Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva, António Figueiredo, no descerrar da obra, da autoria de Paulo Neves, alusiva aos 20 anos da escola

Para o docente, esta sempre foi um “escola muito desejada pela comunidade de São Roque e Nogueira do Cravo”, uma vez que desde o primeiro momento serviu estas duas freguesias do norte do concelho de Oliveira de Azeméis. “Nessa altura havia carência ao nível da educação e de uma escola pública qualidade”, referiu o presidente do Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva. A “Comendador Ângelo Azevedo”, como é conhecida, conseguiu, ao longo dos últimos 20 anos, “estabelecer o seu projeto educativo e tornar-se um polo central e de valorização das freguesias” onde está inserida.
O secretário de Estado da Educação, António Leite, visitou a escola são roquense no dia de aniversário, uma vez que a Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo tem uma “grande centralidade” e, segundo António Figueiredo, o “trabalho nela realizado é valorizado”, tanto localmente como também a nível nacional pelo Ministério da Educação. “Era natural que ele estivesse presente num momento tão importante para esta comunidade educativa, portanto é fundamental a presença dos nossos parceiros, o município, as associações de pais, os professores, os funcionários, os alunos e, também, neste caso, o secretário de Estado da Educação”, concluiu o presidente do agrupamento de escolas, António Figueiredo, em declarações à Azeméis TV/FM. 


“Esta dia não é importante tanto pela idade que a escola tem, mas sim pelo simbolismo que damos a esta idade e pelo trabalho desenvolvido ao longo destes 20 anos. A escola é cada vez menos um sítio apenas para se aprender a ler e a escrever, que é o básico. É um local para nos integrarmos na sociedade, na comunidade onde estamos. Esta escola tem feito esse percurso de forma muito digna e quem a conhece, assim como as restantes escolas deste agrupamento, sabe que há um cuidado muito grande com os pormenores, a forma como as pessoas interagem umas com as outras, a forma como o espaço público está cuidado (…) Temos de valorizar porque são valores que ficam nas crianças”. 
Rui Luzes Cabral, vereador da Educação da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

 

 

 

“Sinto aqui mais na condição de presidente da junta de freguesia de São Roque que há 20 anos viu nascer esta escola e concretizar-se este projeto, que me apetece dizer que foi a obra mais sonhada e querida pela comunidade são roquense. A Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo trouxe à freguesia o reconhecimento de que São Roque merecia uma escola com esta projeção, trouxe melhorias na qualidade do emprego desta comunidade que é forte em trabalho, indústria e comércio”. 
Amaro Simões, presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis

 

 

 

“É sempre importante para uma freguesia ter uma escola desta dimensão. Tenho orgulho em fazer parte desta escola, como pai de um educando que a frequentou, fiz parte da associação de pais por isso conheço a escola de longa data. É a partir do ensino que nasce tudo, é com o ensino que se formam todos os profissionais que temos e necessitamos, por isso é crucial termos uma escola destas na nossa freguesia”.
Vítor Andrade, presidente da Junta de Freguesia de São Roque

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023