Escola Básica e Secundária Dr. Ferreira da Silva foi inaugurada

Concelho Cucujães Freguesias

Na passada segunda-feira, dia 21 de junho, foi inaugurada pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, a requalificação da Escola Básica e Secundária Dr. Ferreira da Silva, situada na freguesia de Cucujães. Esta reabilitação, um “anseio” antigo da comunidade e da autarquia, foi concluída e deu um rosto novo àquele estabelecimento de ensino.   Esta cerimónia foi iniciada com uma atuação da orquestra do regime articulado da escola. Logo depois, seguiu-se uma visita a uma exposição do artista plástico oliveirense, Paulo Neves. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorge, fez notar que a escola está agora “mais bonita, atrativa e funcional”. “Quando investimos na educação, é um investimento que tem retorno garantido”, considerou. O autarca referiu, ainda, que para além deste investimento de 2,2 milhões de euros, vai iniciar-se uma outra intervenção na Escola Básica e Secundária de Fajões, que entrou esta semana na segunda fase. No seu discurso, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, considerou que este “é um dia marcante para toda a comunidade letiva”. “Celebramos a vida nova deste edifício que tem agora todas as condições para executar o plano pedagógico”, acrescentou. Tiago Brandão Rodrigues relembrou o patrono da instituição, Ferreira Silva, “um homem que foi o diretor da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e que nunca esquecia a ciência aplicada”. O diretor do agrupamento, António Figueiredo, considerou que esta inauguração “é a prova de que os sonhos se realizam. “Era um anseio há muito da comunidade que veio substituir equipamentos obsoletos e degradados, que já não ofereciam condições para o ensino de qualidade”, acrescentou o responsável daquela escola. Em declarações à Azeméis TV/FM, o presidente da Junta de Freguesia de Cucujães, Simão Godinho, considerou que esta intervenção “tem uma grande importância” para todos e que já era necessária para “os alunos, docentes e não docentes terem as melhores condições para trabalhar”.  

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023