“Éramos uma freguesia em progresso”

Destaques Freguesias Exclusivos

Uniões de freguesia: população de Pindelo manifestou-se

As mesas de conversa, que põe em debate o tema da agregação ou desagregação das uniões de freguesias em Oliveira de Azeméis, continuam no programa ‘A sua opinião conta’ na Azeméis TV/FM. Nesta semana foi a vez dos líderes de opinião de Pindelo, debaterem este tema. Ana Cristina, André Pinho, Carla Costa e José Almeida expuseram as suas ideias sobre o assunto.

“A esmagadora maioria não associa qualquer benefício na união”
“A minha opinião é que as freguesias saíram um pouco prejudicadas, porque houve muita concentração de serviços nas freguesias mais centralizadas ou maiores, deixando as outras penalizadas. Em relação a Pindelo a população foi um pouco prejudicada com esta situação e lutaremos dentro das nossas possibilidades para que isso se inverta.”
Ana Cristina, direção do centro social de Pindelo e do conselho permanente da Paróquia de Pindelo

“Arrisco-me a dizer que a grande maioria dos habitantes, tanto de freguesias que passaram a ser sede de união,  como aquelas que passaram a ter um papel mais secundário, não associam qualquer benefício nas uniões de freguesia. Vejo com bons olhos a desagregação. Penso que as pessoas também devem começar a pensar e a discutir as consequências reais de uma desagregação,. (…) As populações têm de começar a preocupar-se em reverter os serviços de proximidade, que se perderam com esta situação (…).”
André Pinho, presidente da PARC (Pindelo Associação Recreativa e Cultural)

“Eu sou totalmente a favor da desagregação das freguesias, mas também sei que temos que trabalhar muito, para depois da separação voltarmos a aparecer como uma freguesia forte e recuperar algumas coisas que fomos perdendo. Mas temos que trabalhar todos para o mesmo, não é só o executivo que o vai fazer.”
Carla Costa, cabeleireira há 26 anos em Pindelo 

“Eu sempre quis a desagregação das freguesias. Estive na junta até 2013, na altura em que aconteceu a união. Éramos uma freguesia em progresso, a partir daí tal deixou de se verificar (…) Se o financiamento for igual ao que era antes, nós somos totalmente independentes de Nogueira do Cravo (…) Tivemos azar, e agora temos de tentar a desagregação das freguesias (…).”
José Almeida,
 Presidente da assembleia da PARC e do carnaval de Pindelo; secretário do Rancho Folclórico de Pindelo

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Grupo de Cantares e Romarias de Travanca voltará a atuar no dia 28 de fevereiro
8/02/2023
Carnaval oliveirense terá sete grupos participantes
8/02/2023
Colisão deixou homem de 59 anos ferido
8/02/2023
Idosos evacuados de casa pelos bombeiros
7/02/2023
Derrota no último minuto
6/02/2023
Ossela B volta a ganhar
6/02/2023
Oliveirense meteu a quinta!
6/02/2023
CD Cucujães voltou às vitórias
6/02/2023