Em
Correio de Azeméis

8 Feb 2022

Encontro de carros clássicos tem sido um “sucesso”

Freguesias Carregosa

> no primeiro domingo de cada mês

Quem é que não gosta de um bom clássico? Seja ele um espetáculo do futebol, uma música, um filme ou, neste caso, um carro. Carros clássicos são a paixão de António Martins e Nuno Almeida, dois entusiastas, que se juntaram e criaram o encontro de clássicos em Carregosa no primeiro domingo de cada mês. Eles foram os convidados desta semana do programa ‘As nossas coletividades’, e contaram à Azeméis TV/FM um pouco desta sua aventura e da sua paixão.

A ideia de criar este evento
“Tenho três viaturas clássicas, e eu ao participar em outro encontro em Arcozelo, achei que também seria uma boa ideia. O convívio que ali se gera é incrível e eu pensei que em Carregosa teríamos condições para tal. Primeiro temos espaço para ter um número considerável de carros, por outro lado, estamos a dinamizar o nome de Carregosa e aproveitamos para formar um convívio diferente no primeiro domingo de cada mês.”
António Martins

A diferença entre um encontro e uma concentração de clássicos
“Esta é uma organização sem lucros, é um encontro que as pessoas têm total liberdade, não necessitam de nenhuma inscrição e ainda oferecemos o café (risos). Entram e saem quando quiserem. Em relação a uma concentração, isso seria diferente, mais elaborado.  Nesse caso, a pessoa já teria de dar os seus dados, indicar o carro que vai trazer, havia uma inscrição com um determinado valor, com, geralmente, alimentação incluída. Ou seja, é uma organização diferente que daria mais trabalho do que fazer um encontro como fazemos, que é algo rápido e simples. Possivelmente no futuro iremos pensar fazer uma concentração anualmente, com uma viagem pela vila de Carregosa.”
António Martins

A organização do evento 
“Criámos uma página no Facebook: ‘Encontro de clássicos Carregosa’. Criámos também a hastag: #classicoscarregosa. Tem feito bastante sucesso, porque muitas pessoas vão apenas para ver e tirar fotografias e ao publicar identificam com a hastag. Criamos panfletos, cativamos as pessoas e procuramos criar um ambiente em que as pessoas se sintam bem. Para muita gente isto é novo, o foco principal são os carros e as pessoas geram o convívio em torno disso.” 
Nuno Almeida
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
‘Carnaval de Pindelo’ promete arrasar
30/01/2023
Hattrick de Martinez na goleada da Oliveirense
30/01/2023
Três pontos garantidos já perto do final
30/01/2023
Homenagem a Henrique Vieira
30/01/2023
Juniores da Oliveirense golearam
30/01/2023
Estoril empresta Serginho à Oliveirense
30/01/2023
Anthony Carter chegou e já mostrou trabalho
30/01/2023