Corridas solidárias percorreram 160km desde Fátima até Azeméis

Concelho

> VALOR REVERTE A FAVOR DAS OBRAS NAS IGREJA MATRIZ

As Corridas Solidárias 2022 contam este ano com duas provas, uma peregrinação de Fátima até Oliveira de Azeméis e 24 horas na zona desportiva oliveirense. O valor angariado em ambas as atividades reverte para as obras na Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis.

Assim, no passado dia 04 de junho, sete atletas peregrinos saíram, pelas 14 horas, de Fátima, apoiados por dois bombeiros, uma ambulância, uma carrinha e três voluntários, prontos para correr os 160 quilómetros que distam aquela cidade de Oliveira de Azeméis, depois de benzidos. por um Padre da Sociedade Boa Nova. A intenção seria chegar ao Parque de La Salette a tempo da Eucaristia das 17 horas, assim, a fé e vontade de o conseguir moveu este grupo que à medida que se ia aproximando também ia aumentando em número de participantes. Depois de 26 horas ininterruptas de corrida, os atletas chegaram ao Parque de La Salette, poucos minutos depois das 16 horas do dia 05 de junho com cerca de 26 horas ininterruptas.
A saída de Fátima deve-se ao reconhecimento por parte de todos do ambiente de tranquilidade, alegria, paz, solidariedade que lá se vive. “É um local em que nos sentimos bem com Deus e com o Mundo. O que pretendemos foi trazer um bocadinho disso tudo desde Fátima até à nossa terra”, referiu Ricardo Bastos, mentor da iniciativa. 
Como símbolo do esforço foi oferecido a cada pessoa que estava na Eucarístia uma Nossa Senhora de bolso, assim como no ofertório foi oferecida a Nossa Senhora que serviu de guia e que foi transportada por um dos elementos do grupo. 
A próxima prova, as 24 horas, realizar-se-ão a 10 e 11 de Setembro, atividade na qual toda a população oliveirense poderá participar com algum tempo de caminhada ou corrida, ou então apostar com alguns cêntimos por cada quilómetro que Ricardo Bastos consiga correr ao longo dessas 24 horas. 
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023