Contraditório

PSD

João Rebelo Martins * Peço desculpa aos leitores, mas tenho que voltar ao mesmo tema, o Mercado Municipal. Urge indignarmo-nos para que haja respeito pelas pessoas: comerciantes, clientes e todo o comércio tradicional da zona pedonal. As alterações que estão a ser pensadas para o Mercado, a forma como todo o processo está a ser gerido, a transferência provisória para o Intermarché, ditarão a morte daquele sítio enquanto espaço digno de comércio, de centralidade, de âncora a uma série de pequenas lojas, cafés e restaurantes, que tinham ali a garantia de que, pelo menos duas vezes por semana, existiam muitos mais clientes; da cidade e das restantes freguesias que vinham a Oliveira fazer as suas compras. Na última Assembleia Municipal, o sr. presidente da Câmara garantiu que tinha falado com os representantes dos comerciantes, que lhes foi explicada a mudança para as instalações provisórias. Alguém está a contar mal a história porque os comerciantes dizem algo diferente: ninguém falou com eles, lhes pediu opinião ou comunicou alterações; souberam pela comunicação social e pelo diz que disse; há dias foram escolhidos cinco comerciantes pela CMOA, às 10 da manhã, para terem uma reunião às 15h00, onde lhes foi comunicada a decisão do executivo. Isto é ouvir? É envolver? É preocupar-se? Será que o sr. presidente não tinha 10 minutos para se deslocar ao Mercado e falar com todos? Certamente iria ouvir muitas verdades, mas isso faz parte do cargo e da responsabilidade. O que fez com esta atitude foi semear discórdia entre os comerciantes, entre os ‘frescos’ e as ‘roupas’, entre os de cima e os de baixo. Convocar comerciantes sem serem escolhidos pelos seus pares, para uma reunião onde não sabiam ao que iam e não se podiam ter preparado, estava à espera de quê? Os comerciantes queriam ir para o ‘Mercado Provisório’. Mas como foi dito na última Assembleia Municipal, aquele espaço estará ocupado devido à obra da Martifer, certamente acordada com a cedência do terreno da rotunda. Sr. presidente, com a ânsia justiceira de resolver o seu problema com o passado, mata o futuro de Oliveira de Azeméis. * vice-Presidente da Comissão Política do PSD

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
José Costa, bombeiro oliveirense, homenageado com mérito profissional pelo Rotary Club de Oliveira de Azeméis
28/01/2023
Dois feridos numa colisão em Macieira de Sarnes
28/01/2023
Serginho é reforço e já treina na Oliveirense
27/01/2023
Cesar recebeu torneio de semirrápidas
27/01/2023
Congresso da Indústria de Moldes regressa a Oliveira de Azeméis
27/01/2023
Homem detido por furto em estabelecimentos comerciais
26/01/2023
Inscrições abertas para o 3º “Street Food & Beer
26/01/2023