Cesar recebeu torneio de semirrápidas

Destaques Desporto

Com quatro equipas do distrito

Pelo segundo ano consecutivo, a prova distrital semirrápida de xadrez por equipas realizou-se no Centro Cívico Justino Portal, em Cesar, no dia 21 de janeiro, com quatro clubes da região: Clube Académico Téssera (S. João da Madeira), Clube de Xadrez do Colégio Português (Aveiro), Clube dos Galitos (Aveiro) e SC Beira-Mar (Aveiro), que apresentaram um total de 10 equipas na disputa deste Campeonato Distrital de Semirrápidas.
A abertura da prova foi feita pelo presidente da Junta de Freguesia de Cesar, Augusto Moreira, que deu as boas-vindas aos cerca de 50 xadrezistas de todas as idades que se deslocaram até Oliveira de Azeméis. Ao longo das sete rondas de jogos, apenas uma equipa conseguiu contar por vitórias o número de partidas disputadas. Assim, com sete vitórias (21 pontos), o Clube dos Galitos (Equipa A) sagrou-se vencedor da prova, seguindo-se o Clube Académico Téssera (Equipa A), que apenas perdeu para os vencedores, alcançando o 2.º lugar (19 pontos); no 3º lugar, o Clube de Xadrez do Colégio Português (Equipa A) somou 16 pontos (4 vitórias, 1 empate e 2 derrotas) ao fim das sete rondas.
A organização e os atletas reconheceram que esta segunda edição da prova em Cesar foi um sucesso e ficou já prometida a continuidade deste Campeonato no próximo ano, consolidando assim uma das provas que se está a tornar carismática do circuito do xadrez aveirense.
A AXA - Associação de Xadrez de Aveiro, agradeceu aos atletas, pais e clubes, o “elevado entusiasmo e espírito desportivo que todos demonstraram”, e também à Junta de Cesar e à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.
 

Autarquia “está recetiva”
Filipa Oliveira, vereadora da câmara oliveirense,  entregou os troféus aos vencedores e enalteceu a dinâmica desportiva do xadrez, fazendo votos para que a modalidade continue a marcar presença no concelho. “A câmara municipal está recetiva a acolher este tipo de iniciativas seja na dinâmica desportiva, seja na dinâmica cultural. É importante que este tipo de dinâmicas/torneios tenham proximidade com a população e que sejam cada vez mais descentralizados dos grandes centros”, afirmou a autarca oliveirense ao Correio de Azeméis.

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Sub-17 da Oliveirense erguem o troféu de campeões
26/02/2024
“As sondagens têm um papel de condicionar o voto”
26/02/2024
CDU quer distribuição de riqueza
26/02/2024
Carlos Fonseca, o ‘pai’ do teatro oliveirense
26/02/2024
Biografia de Ferreira de Castro apresentada
26/02/2024
UNIR continua em falha
26/02/2024
Lulucabit, um talento oliveirense
26/02/2024
GM Macinhatense irá celebrar 89 anos
26/02/2024
PUB