Casa do Benfica ajuda famílias de refugiados

Desporto Casa do Benfica

Helena, de Kiev, e amiga, de Lviv, fugiram da guerra

A Casa do Benfica de Oliveira de Azeméis tem integrado algumas crianças ucranianas nas suas modalidades. Para além disso, tem organizado campanhas solidárias de angariação de bens essenciais para apoiar as famílias refugiadas oriundas da Ucrânia. Natália, que está há vários anos em Portugal, acolheu a sua irmã Helena, de Kiev, e uma amiga, que chegou de Lviv.

Esta duas senhoras, acompanhadas com os seus filhos, agradecem imenso a ajuda da Casa Benfica que ajudou e integrou os seus filhos nas equipas de basquetebol e voleibol. “Eu fiquei muito preocupada, porque a guerra é uma coisa muito má. Fiquei muito preocupada, mas com a chegada deles fiquei mais descansada. Eu queria agradecer em nome da minha irmã e amiga, toda a ajuda disponibilizada pela Casa Benfica e da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis”, referiu Natália, que acolheu estes refugiados em sua casa. A Casa Benfica tem também angariado bens essenciais, como roupas e alimentos, para estas famílias de refugiados que fogem da guerra apenas com a roupa que têm no corpo.

“Esta iniciativa surgiu porque tivemos conhecimento de algumas famílias que se fixaram em Oliveira de Azeméis fugidos da guerra. Achamos que uma forma de os poder ajudar seria integrar as crianças no desporto e na sociedade. 
Pedimos ajuda a uma família ucraniana que já treinava connosco, para nos ajudar nos contactos. Juntamente com os pais das outras crianças aqui da escola de modalidades, apoiamos com roupas e material de desporto. Estamos também a tentar arranjar alguns empresários, que são nossos patrocinadores, para arranjar trabalho a estas pessoas.”
Aníbal Fernandes, diretor das modalidades da Casa Benfica, em declarações à Azeméis TV/FM

 

 

 

 

 

“Atualmente já ajudamos 10 famílias, todos os miúdos já treinaram connosco e estamos todos os dias a tentar ajudá-los. Muitos têm cá familiares, mas as casas são pequenas e não cabem todos, é pena nisso não conseguirmos ajudar. Mas temos apoiado em tudo o que podemos, desde roupas, alimentação e proporcionar que essas famílias sejam bem recebidas em Oliveira de Azeméis.”
Carlos Mesquita, presidente da Casa Benfica

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Jovem de 15 anos atropelada
30/01/2023
‘Carnaval de Pindelo’ promete arrasar
30/01/2023
Hattrick de Martinez na goleada da Oliveirense
30/01/2023
Três pontos garantidos já perto do final
30/01/2023
Homenagem a Henrique Vieira
30/01/2023
Juniores da Oliveirense golearam
30/01/2023
Estoril empresta Serginho à Oliveirense
30/01/2023
Anthony Carter chegou e já mostrou trabalho
30/01/2023