Balcão Único do Prédio demora a dar resposta

Destaques Reuniões de Cãmara e Assembleia Municipal

Programa OAZ Empreende + Apoia dois projetos

Os atrasos nos serviços prestados pelo Balcão único do Prédio (BUPi) marcou a reunião do executivo da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, que se realizou na manhã de 27 de outubro. O alerta foi deixado pela vereadora Carla Rodrigues que afirmou que são necessários “meses de espera” para se proceder ao registo de uma propriedade. Joaquim Jorge, presidente da câmara municipal, admite atrasos, mas aponta o caminho para o melhoramento. O BUPi é uma plataforma dirigida aos proprietários de prédios rústicos e mistos, que permite o registo de propriedades de forma gratuita. Apresenta-se como plataforma on-line ou também como balcão físico com atendimento presencial.

“Está quase a fazer um ano que foi aberto este balcão. Tem sido um calvário para os oliveirenses que querem fazer o cadastro dos seus prédios rústicos. Quem quer comprar ou vender ou quem quer fazer uma partilha fica meses à espera, porque como sabe é uma obrigação legal ter este cadastro feito para se proceder ao registo de uma propriedade. Se se dirige agora ao BUPi para fazer o cadastro do seu prédio as marcações estão a ser feitas para fevereiro do próximo ano. Há só uma pessoa a trabalhar no BUPi. Quando é que a câmara municipal vai alocar recursos humanos a este serviço para que se dê resposta às necessidades das pessoas?”. 
Carla Rodrigues, vereadora do PSD

“O serviço funciona todos os dias. É evidente que tem um tempo de espera conforme referiu dilatado. Isso resulta da quantidade de pessoas e felizmente isso está a acontecer.  A campanha publicitária e de comunicação parece estar a dar resultados e as pessoas percebem bem a importância de cadastrar os seus prédios. Não estamos é a cadastra-los ao ritmo necessário para podermos estar satisfeitos. Portanto é esse trabalho de afetação de recursos humanos que está a ser preparada para procurarmos dar resposta.  Não basta alocar recursos. Esses recursos têm que ser formados, têm que ter competências para fazer esse registo.   Estamos a criar condições para que na equipa seja integrada mais pessoas para fazer um reforço do número de prédios que conseguimos inscrever”.
Joaquim Jorge, presidente da câmara municipal

 

Atribuídos dois financiamentos no âmbito do Programa OAZ Empreende +
“Estamos a fala de dois projetos de cinco mil euros para um estúdio de pilates e um segundo projeto com apoio de quatro mil e quinhentos euros para um espaço dedicado à ocupação dos mais jovens. O caminho para reforçarmos a adesão a este programa passará por procurarmos estabelecer parcerias com algumas entidades que nos podem ajudar a promover junto dos investidores destes projetos. Seria muito importante que as associações empresariais e comerciais tivessem oportunidade de serem agentes de divulgação e publicitação destes recursos financeiros que estão disponíveis para investidores que queiram abraçar o seu projeto empresarial no nosso concelho. Importante é as pessoas perceberem que existe esta oportunidade em Oliveira de Azeméis.   Tem havido procura, mas muitas vezes os investidores não cumprem os critérios”. 
Joaquim Jorge, presidente da câmara municipal

“Preocupa-me que alguns projetos não tenham sido aprovados porque estão mal instruídos. Se calhar teremos que fazer uma reflexão sobre o regulamento em si e as premissas que são necessárias. Temos que perceber se de alguma forma podemos facilitar o caminho aos nossos investidores”. 
José Campos, vereador do PSD

 

Ponto de situação do posto da GNR de Cesar e Estalagem de São Miguel em Oliveira de Azeméis
O vereador do PSD, José Campos, questionou o presidente da câmara municipal sobre o ponto de situação do posto de GNR (Guarda Nacional Republicana) de Cesar e da Estalagem de S. Miguel em Oliveira de Azeméis. Joaquim Jorge elucidou: 
“Quanto ao posto da GNR de Cesar, está do nosso lado. Somos nós que estamos a trabalhar no dossiê. Temos vindo a afinar um conjunto de coisas que nos tem sido solicitado. Estamos em fase de finalização de todo o processo para que depois este processo tenho o financiamento que permita a edificação da obra. Quando teremos obras? Só o Ministério da Administração Interna poderá responder depois de ter essa verba prevista e condições para lançar um concurso para adjudicação da obra.   Em relação à Estalagem de S. Miguel ainda passou muito pouco tempo. Vamos recebendo com regularidade manifestações de interesse e vamos assinando esses protocolos com mais imobiliárias que têm interesse em incluir este imóvel no seu portefólio”.

Atribuição da Medalha Grau Ouro a três instituições centenárias
Na reunião de executivo foi aprovado por unanimidade a atribuição da Medalha Grau Ouro do Município ao Sporting Clube de Bustelo, Atlético Clube de Cucujães e União Desportiva Oliveirense. As três instituições celebram este ano o seu centenário.
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023