As festas beneficiam a cidade?

Opinião Editorial

Eduardo Costa*

Voltamos a ter as tradicionais Festas do concelho, sem limitações. Após dois anos suspensas do modelo de décadas, devido à COVID-19. As Festas de La Salette trazem uma multidão ao frondoso Parque. Que vêm de todas as nossas freguesias e concelhos vizinhos. 
A questão que deve ser colocada tem a ver com o benefício para a cidade que trazem as Festas de La Salette. A multidão que vem propositadamente para os festejos desce à cidade? Visita o seu comércio, a restauração, traz vida à cidade? O que é feito para isso acontecer? Os eventos do cartaz das Festas deviam ter em conta atrações na cidade? 
O Parque de La Salette está muito longe da cidade. A distância física pode não ser muita, mas a falta de acessos torna grande a distância. Não há uma via que ligue o Parque à cidade. Uma via para o tráfego rodoviário e também para as bicicletas e as pessoas que preferem as caminhadas. 
Ir ao Parque é moroso e com trajeto pouco agradável. Estradas sinuosas e sem condições. Quer para o tráfego rodoviário e inexistentes para os peões. 
Este executivo municipal priorizou os investimentos públicos na valorização da cidade como modo de tornar o concelho mais atrativo. Defendendo que um município da dimensão do nosso precisa de uma cidade com estruturas que o dignifiquem. Em linha com esta decisão, o investimento num ex-libris como o nosso Parque deve merecer especial investimento, no caso, em acessos que o liguem à cidade. 
É tempo de se encontrar e investir numa solução.
    *Diretor   
 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
PETIÇÃO - LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DIRETA AO PORTO
31/01/2023
Trabalhar Para Mudar
31/01/2023
Politicamente (in)correto
31/01/2023
Pensar o Futuro
31/01/2023
Contraditório
31/01/2023
Visão de futuro
31/01/2023
Ainda os 100 anos do Correio de Azeméis
31/01/2023
As Pessoas. Certas.
31/01/2023