HELGA CORREIA SENSIBILIZOU MINISTRA DA JUSTIÇA NA AR

Destaques Concelho

Tribunal do trabalho tem “problemas estruturais”

A deputada do PSD, Helga Correia, sensibilizou a ministra da Justiça, na Assembleia da República, para a necessidade de reabilitação do edifício do tribunal de trabalho de Oliveira de Azeméis. A parlamentar social democrata alertou para os problemas estruturais do edifício, que urgem ser resolvidos.

“O edifício regista problemas estruturais, chegou mesmo a chover dentro, problema que ficou minimizado com pequenas reparações. No entanto, as falhas estruturais do edifício continuam sem resolução. Ao longo destes anos, dezenas de pessoas e equipas passaram pelo edifício para fazer o levantamento e estudar as obras”, referiu Helga Correia, dirigindo-se à ministra, que, por ser “nova nestas funções” deveria ser sensibilizada para o problema. 
A deputada do PSD vincou, ainda, que “os problemas estruturais do edifício são conhecidos da tutela”, que, “admitiu, em 2019, que tinha conhecimento, através do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça, das necessidades de intervenção no edifício do tribunal de trabalho de Oliveira de Azeméis”.
Por fim, Helga Correia exigiu resposta sobre se estaria a ser elaborado o projeto de requalificação do edifício do Tribunal de Trabalho de Oliveira de Azeméis e se a requalificação vai contemplar “a transferência das execuções instaladas, de forma provisória, num outro edifício, por falta de espaço no tribunal judicial, e cuja renda está a cargo da autarquia”.
Helga Correia alertou para insuficiências de verbas” na “descentralização de competências”
A deputada do PSD alertou para as “preocupações dos autarcas do distrito de Aveiro”, nomeadamente de Oliveira de Azeméis, relativamente à “insuficiência de verbas” para a “descentralização de competências” nas áreas da saúde, educação, educação e ação social. “Permita-me que fale dos autarcas de Vale de Cambra, Sever do Vouga, Oliveira de Azeméis, que conheço bem. Confie na sua palavra, estes como todos os outros no país conhecem bem as suas regiões e necessidades”, considerou Helga Correia. 
Para a deputada oliveirense, “vinte mil euros para a manutenção de uma escola pode ser muito, como pode ser pouco, depende do parque escolar de cada município”, pegando nas palavras da ministra segundo as quais “não há outra maneira para fazer isto” para dizer que há: “acreditando na palavra dos autarcas, nos dados que estes tem vindo a fornecer, na justeza das suas reclamações”.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Grupo de Cantares e Romarias de Travanca voltará a atuar no dia 28 de fevereiro
8/02/2023
Carnaval oliveirense terá sete grupos participantes
8/02/2023
Colisão deixou homem de 59 anos ferido
8/02/2023
Idosos evacuados de casa pelos bombeiros
7/02/2023
Derrota no último minuto
6/02/2023
Ossela B volta a ganhar
6/02/2023
Oliveirense meteu a quinta!
6/02/2023
CD Cucujães voltou às vitórias
6/02/2023