McDonald’s é a primeira na região a reduzir o uso de plástico

0
20

Depois de ter iniciado um teste-piloto em meados de 2019, a cadeia de restaurantes McDonald’s terá o processo de substituição das embalagens de plástico concluído até ao final do primeiro semestre de 2021, segundo comunicado. Torna-se, portanto, a primeira unidade a reduzir o consumo de plásticos na região.
“A redução de plástico está a ser regulamentada por lei e a McDonald’s está um pouco à frente do que está a ser regulamentado”, afirmou o responsável dos restaurantes da cadeira da região, Francisco Nadais. “A McDonald’s tem sido pioneira em muita coisa”, disse, ao acrescentar que tencionam “dar um contributo mais amigável ao planeta”.
Assim, estão a implementar talheres de madeira, copos, tampas e palhinhas em papel, garantindo uma redução de mais de 500 toneladas de plástico no país, com o intuito de proceder à reciclagem destas embalagens também. O responsável adiantou, ainda, que têm uma preocupação constante com o meio-ambiente, tendo inclusive alterado nos seus restaurantes o sistema de rega para o gota-a-gota e a reciclagem de óleos também.
Francisco Nadais avançou que estão a realizar ‘upgrades’ nos seus restaurantes, na zona de Drive-In, com aumento de pistas para se fazerem pedidos simultaneamente, e na aplicação, onde é possível fazer pedidos antecipadamente para evitar filas de espera. Ainda que tenham parcerias com as redes de distribuição Uber e Glovo, que garantem a entrega em algumas freguesias do concelho, o responsável adiantou que estão a trabalhar para tentar, de alguma forma, aumentar a rede, dentro do possível. Quanto à abertura de um restaurante na cidade, admitiu que “Oliveira de Azeméis está no radar da McDonald’s”, sendo que estão a aguardar uma oportunidade que seja vantajosa.

Postos de carregamento elétricos
A McDonald’s, numa parceria com a EDP Comercial, irá instalar 100 postos de carregamento para veículos elétricos e híbridos plug-in em 50 restaurantes do país até ao final deste ano. “Até ao final do ano vou ter postos elétricos”, afirmou o responsável pelos restaurantes da região, Francisco Nadais, nomeando o restaurante de S. João da Madeira como um a ser abrangido. O processo tem previsão de conclusão até ao final de 2022.

Proibição de produtos plásticos entram em vigor este ano
O Parlamento Europeu aprovou, a 27 de março de 2019, a proibição de produtos de plástico descartáveis que tenham alternativas mais sustentáveis no mercado, com o intuito de reduzir a pegada ambiental. A legislação entrará em vigor este ano, em julho, em todos os países membros da União Europeia.