Martinez desempatou ao cair do pano

0
9

A Oliveirense recebeu e venceu o Valongo, equipa treinada pelo seu ex-treinador Edo Bosch, e que somou o sétimo jogo consecutivo sem vencer depois da última vitória obtida ter sido sobre o CD Cucujães, em dezembro, para a Taça de Portugal.
Numa jogada individual, Marc Torra abriu o marcador depois de passar por trás da baliza do Valongo e furar para a área, apanhando desprevenida a equipa adversária. O Valongo partiu em busca da igualdade, mas pela frente encontrou uma equipa organizada a defender e que foi controlando a partida. Até que a sete minutos do descanso, numa boa jogada de ataque organizado, o Valongo chegou ao empate por Diogo Fernandes.
Na segunda aparte, a Oliveirense voltou a adiantar-se no marcador com um golo de Ferrucio, mas desta vez a vantagem durou um minuto, já que, de penálti, Rafael Moreira fez novo empate. As equipas continuaram em busca da vitória e de um lado falhou Jordi Bargalló de baliza aberta e do outro foi Nuno Santos, por pouco, que não deu vantagem ao Valongo.
Na transformação de um livre direto, a castigar a 10ª falta dos visitantes, Lucas Martinez colocou a Oliveirense na dianteira do marcador e pouco depois, também de livre direto, Carlos Ramos falhou o empate, que viria a surgir a três minutos do final, da mesma marca, por Nuno Araújo. A 48 segundos do final, o Valongo atingiu a 15ª falta e, de livre direto, Lucas Martinez, novamente com muita classe, a fazer o golo e a carimbar o triunfo da Oliveirense numa partida muito equilibrada.