Helena Lestre lança livro para promover o bem-estar

0
17

A oliveirense Helena Lestre publicou a sua segunda obra, um livro intitulado ‘Poesia e Preconceito’, com o intuito de transmitir uma mensagem de entreajuda ao próximo.
A autora acredita que não existe vontade das pessoas em ajudar o próximo e que a humanidade está cheia de preconceito e inveja. Helena Lestre acrescentou que esse sentimento só “corrói por dentro” aquele que tenta “mexer com o sentimento do outro”, explicou. “O mal está na boca de toda a gente”, afirmou a autora, ao adiantar que tenta, com este livro, “ensinar o outro” para que se impulsione a vontade de ajudar os outros e que se acabe com o preconceito, sobretudo, cultural. “Somos burros por pensar que somos mais do que alguém que tenha uma cor diferente. O sangue é vermelho, igual ao de toda a gente”, afirmou Helena Lestre. “Por que não amar as outras cores, que seria do mundo se fossemos todos iguais?”, questionou.
Helena Lestre orgulha-se em dedicar-se “entre ajudas aos que mais precisam, dádivas e trabalho”. A paixão pela escrita “revelou-se muito tarde”, segundo a autora, por ter levado uma vida de muito trabalho que não lhe deu margem para se dedicar a outros interesses. Escreve, sobretudo, à noite e afirma que funciona como uma terapia na sua vida.
A pandemia da Covid-19 atrasou a publicação deste livro, desde março, que será apresentado no dia 07 de novembro na Biblioteca Municipal Ferreira de Castro, com lotação de 20 pessoas.