Governo questionado sobre obras no concelho

0
35

A deputada do PSD Helga Correia confrontou, na passada quarta-feira, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, com um vasto conjunto de obras não realizadas no distrito de Aveiro, acusando o Governo de ser “pródigo em anúncios”, mas com uma concretização que “deixa a desejar”.
Numa interpelação ao governante, no Parlamento, a deputada oliveirense referiu-se a uma petição em curso tendente à criação de um nó de ligação a Fajões a partir da via que ligará Arouca ao nó de Pigeiros da A32. “Está o Governo disponível para atender essa pretensão da população de Fajões?”, questionou Helga Correia, que, ainda no capítulo da rede viária, exortou o ministro a promover a desejada requalificação do IC2 no troço que atravessa o concelho de Oliveira de Azeméis.
“Sobre a Linha do Vale do Vouga, são anúncios e mais anúncios”, lamentou, recordando que o Plano Nacional de Investimentos reservava 75 milhões para a obra, quando, agora, prevê 100 milhões, “mas já se refere à requalificação entre Aveiro e Espinho”.
Helga Correia citou uma recente portaria relativa à reabilitação da ferrovia, mas refere-se ao troço entre Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis para questionar o ministro sobre “quando é que [a obra] vai, realmente, para o terreno” e se “as verbas são mesmo as suficientes para isso”.
Na mesma intervenção, a deputada do PSD questionou o governante sobre a ligação de Sever do Vouga à A25.