Formação da UDO quer cinco estrelas

FEMININO PASSA POR INCUTIR ENTIDADE OLIVEIRENSE ATÉ CONSTITUIR EQUIPA SÉNIOR

0
78

https://youtu.be/c-HT-dcdscc

 

Ainda que seja um clube de referência no distrito de Aveiro, no ano passado foram classificados como clube quatro estrelas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), descendo assim um nível. “Continuamos a ser o clube do distrito com mais pontuação”, referiu o coordenador da formação da União Desportiva Oliveirense (UDO), Nélson Pinho, em entrevista no programa ‘Desporto em Análise’. “Já fomos uma entidade formadora cinco estrelas e queremos voltar a ser”, afirmou ao esclarecer que o futuro passa por serem “cada vez melhores, mais exigentes e dar mais condições” aos jovens.
Para isso, o coordenador explicou que o clube terá de investir no futebol feminino, sendo essa uma das exigências da FPF. “Conseguimos angariar algumas atletas e agora com a impossibilidade de desenvolvermos estratégias de angariação está-se a tornar um pouco difícil, é um projeto que na próxima época tem de avançar”, concretizou. Nélson Pinho salientou ainda que “a oliveirense não quer começar o futebol feminino pelo telhado, quer começar pela base e depois criar a estrutura, com uma equipa sénior feminina, com uma entidade oliveirense bem alicerçada”, disse.
Outro fator crucial para a obtenção da certificação é o clube ter um centro de formação estabelecido, algo que a Oliveirense ainda estava a reestruturar. “As condições climatéricas não ajudaram na requalificação dos sintéticos”, clarificou o coordenador ao adiantar que “é muito bom” voltarem “a casa”, encontrando-se “todos no Centro de Formação Àpio Assunção”, agora com as devidas condições. “Era um grande problema que a formação tinha e vamos dar um salto qualitativo com esta requalificação do centro de formação”, confirmou.
Um dos primeiros clubes a parar, por precaução, no final do mês de novembro, a formação da UDO tem trabalhado para motivar os jovens. “Estamos a ir pela via on-line de treinos com desafios”, esclareceu o coordenador. Ainda que os note um pouco desmotivados, afirmou que “até há uma certa competição” nos desafios propostos, criando uma estimulação nos atletas. Nélson Pinho mencionou que existe uma relação muito próxima entre a formação oliveirense e o plantel sénior e que o objetivo do clube passa por implementar jogadores da formação na equipa sénior.

Ana Soares