> Festas de la salette: Vereadores do PSD abstêm-se na escolha da associação responsável pela organização

“Há demasiadas dúvidas neste procedimento”

0
9

Na última reunião de Câmara privada, datada de 13 de maio, a autorização das Festas de La Salette 2021 causaram algumas dúvidas entre os vereadores do PSD. Em cima da mesa, esteve em causa o interlocutor para a realização das festas, a Associação das Festas em Honra de Nossa Senhora de La Salette (AFLS), que resulta da transformação da Comissão de Festas em Associação. O município assegura a despesa até 50 mil euros e autorizou as habituais atividades — como o peditório ou a tômbola —, assim como a isenção de eventuais taxas de licenciamento. Foi deliberado por maioria a aprovação da proposta apresentada, com a abstenção dos vereadores do PSD.

 

“Não era a Câmara que escolhia o programa das festas. A única coisa que a Câmara fazia era esperar pelo final das festas para ver a apresentação das contas, porque não influenciava em momento algum o processo”
Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal

“Eu peço imensa desculpa, mas as Festas de La Salette são festas municipais e eu não concebo a ideia nem concordo que as Festas de La Salette deixem de ser da Câmara Municipal ou que a Câmara se demita da responsabilidade da obrigação de ano a ano e quando entender, organizar as Festas de La Salette da forma que entender ”
Ricardo Tavares, vereador pelo PSD

“Peço desculpa: a Câmara alguma vez organizou as festas da forma como entendia, ou da forma como a Comissão de Festas entendia, porque nós confiávamos neles?”
Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal

“Sempre como a Câmara entendeu… Desde sempre.”
Ricardo Tavares, vereador pelo PSD

“Não. Foi sempre como a Comissão de Festas entendeu, com a confiança da Câmara…”
Joaquim Jorge, presidente

“É que quanto mais nós estamos a conversar, mais confusa eu estou em relação a isto. O presidente disse que nós estávamos aqui a votar a constituição de uma associação para a gestão do parque e das festas. Portanto, eu quero saber o que é que estamos aqui a votar”
Carla Rodrigues, vereadora pelo PSD

“Estamos a aceitar como interlocutora essa associação que se vai constituir”
Joaquim Jorge, presidente

“Mas eu não conheço essa associação. A questão é essa. Eu não sei quais são os estatutos. Não está em causa as pessoas, nem a seriedade das pessoas, obviamente”
Carla Rodrigues, vereadora

“Mas quando uma associação se chama ‘Associação das Festas em Honra de N. Sra. de La Salette’ percebe-se claramente qual é o…”
Joaquim Jorge, presidente Câmara Municipal

“Isso é uma ilação”
Carla Rodrigues, vereadora

“Não é uma ilação”
Joaquim Jorge, presidente

“Eu gostaria de conhecer os estatutos da associação porque sem isso não me sinto à vontade para votar”
Carla Rodrigues, vereadora pelo PSD

“Tem todo o direito de conhecer. Agora repare uma coisa: que fique claro que isto não está aqui a cair do céu. É um processo que vem sendo trabalhado há algum tempo entre o vereador e a Comissão de Festas que agora vai ser transformada em Associação de Festas em Honra de Nossa Senhora de La Salette”
Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal

“Para nós é novidade. (…) Eu vou-me abster. Há demasiadas dúvidas neste procedimento. Isto era absolutamente desnecessário. Se as coisas tivessem sido feitas com tempo e em condições”
Carla Rodrigues, vereadora pelo PSD

“Tem todo o direito. Obviamente que se tivesse participado no processo e em tudo aquilo que tem acontecido até aqui, muito provavelmente a sua opinião não seria essa. Mas claro, com base na informação que tem, temos que respeitar aquilo que diz, como é evidente”
Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal