FERPINTA NA ZONA INDUSTRIAL DE LOUREIRO VAI OBRIGAR A VIA DE ACESSO

Na Zona Industrial de Loureiro

0
147

A Ferpinta adquiriu, por cerca de 4,5 milhões de euros, os 50 mil metros quadrados à empresa de capitais chineses, que há cinco anos projetou um vultuoso investimento, que não se chegou a concretizar.
Num conversa com empresários da Área Empresarial de Loureiro, publicada na edição do passado dia 13 de julho, com o título “Câmara não tem um milhão de euros para via de acesso”, um dos intervenientes relatou o resultado da reunião com o presidente da câmara Joaquim Jorge, onde este afirmou que o valor da via estava acima dos 600 mil euros inicialmente projetados, prevendo-se a necessidade de um milhão de euros, que não tinha para o efeito.
“O investimento da Ferpinta vai obrigar a câmara a fazer a via no curto prazo, acabando com a lamentável situação de a única área de acolhimento empresarial do concelho não ter uma via condigna de acesso”, disse ao Correio de Azeméis um dos empresários.
Naquela citada reportagem, os empresários confirmaram que a Área de Acolhimento Empresarial tem condições para ser a melhor da região, inclusivamente para investimentos empresariais de referência, nomeadamente pela sua extensão e configuração dos terrenos e, sobretudo, pela privilegiada localização, com acesso direto a três autoestradas (A1, A29 e A32), e, assim, ao aeroporto Francisco Sá Carneiro e aos portos de Leixões e Aveiro, para além de rápido acesso às várias localidades de destino das mercadorias, incluindo para a vizinha Espanha.