Ensino à distância retomado por “precaução”

0
21
Escola Secundária Ferreira de Castro

A Escola Básica e Secundária Ferreira de Castro retomou o ensino presencial após serem detetados casos positivos de Covid-19 em dois professores da escola. Agora, com as novas regras da unidade de saúde local, a instituição de ensino foi obrigada a mandar as cerca de 19 turmas da escola para casa como forma de prevenção até novas indicações. “Estes dois professores têm muitas turmas e, só por aí, já leva ao isolamento das mesmas. Isto não quer dizer que os alunos estejam infetados”, explicou a diretora da escola, Ilda Ferreira, em declarações ao Correio de Azeméis.
Os professores e os alunos em causa têm que cumprir os 14 dias de quarentena obrigatória e, no caso dos seus familiares, a indicação é a mesma até realizarem o teste à Covid-19. “Se derem negativo regressam às empresas. No caso das escolas não é assim. Esta situação nova traz-nos muitos constrangimentos”, considerou a professora Ilda Ferreira. “No entanto, a escola mantém-se aberta. A única coisa que retomou foi o ensino à distância por precaução, dado que há turmas envolvidas”, afirmou.
A diretora da Escola Básica e Secundária Ferreira de Castro já tinha adiantado, em declarações à Azeméis TV/FM, que os alunos do terceiro ciclo tinham sido testados na passada sexta-feira e, agora, a unidade de saúde local está a analisar os dados e a rastrear contactos para determinar a origem do vírus. “Os professores nem são de Oliveira de Azeméis. Não se sabe se o foco de contágio veio de um aluno ou de um professor”, concluiu a professora Ilda Ferreira. “Resta-nos aguardar pelas indicações da unidade de saúde local. Para já, aproveitamos para fazer grandes desinfeções na escola”, adiantou.

Autarquia ajuda cidadãos a fazer pedido de vacinação
A Câmara Municipal, através do Atendimento ao Munícipe, está disponível para ajudar a população com dificuldades de acesso à Internet para fazer o registo do pedido de vacinação. O serviço destina-se ao pedido de agendamento da primeira inoculação da vacina e contempla apenas cidadãos maiores de 65 anos, que deverão fazer-se acompanhar do cartão do cidadão. O atendimento presencial está sujeito a marcação prévia através do e-mail atendimento.municipe@cm-oaz.pt ou do número 800 256 600.

Fim do Estado de Emergência dita regresso do pagamento do estacionamento
O estacionamento de superfície vai voltar a ser pago depois da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis ter aprovado a revogação do despacho de fevereiro, que introduziu a suspensão desse pagamento até ao final do dever geral de recolhimento domiciliário. Tendo em conta o levantamento gradual das medidas de confinamento no âmbito da Covid-19, a evolução positiva da situação epidemiológica e a reabertura dos serviços e equipamentos, o executivo municipal decidiu reintroduzir o pagamento na zona de estacionamento de duração limitada e onerosa. Na última reunião de Câmara foi, então, aprovado por unanimidade o levantamento da suspensão do pagamento do estacionamento de superfície, que será aplicado a partir da próxima segunda-feira. “Voltamos a cobrar no próximo dia 10 de maio, permitindo, assim, o ordenamento do estacionamento, dado que a ordem económica está a retomar com alguma normalidade”, declarou o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Jorge.