Dia dos Namorados: o amor está no ar?

0
1

Jantares à luz das velas, oferta de flores ou de joias de brilhantes – ou um misto de todos estes elementos – fazem parte da tradição de 14 de fevereiro, data conhecida nacionalmente em Portugal como o Dia dos Namorados. No entanto, este ano a efeméride será completamente diferente e diversos negócios, como floristas, lojas de rua ou restaurantes, tiveram de se adaptar para tentar chegar a quem gosta de surpreender o parceiro nesta data especial.

Marta Cabral

No concelho de Oliveira de Azeméis, a maioria das floristas, dos pequenos negócios e dos restaurantes locais consideraram, de forma positiva, que talvez o dia 14 de fevereiro seja uma forma de aproximar – de forma diferente – os casais de namorados, uma vez que estes podem sempre recorrer às entregas ao domicílio ou ao take-away personalizado, de forma a tentar recriar, da maneira possível, dadas as circunstâncias pandémicas, esta data romântica.
Alguns proprietários de estabelecimentos oliveirenses foram mais longe e afirmaram que, no meio do caos virológico que o país vive, talvez estas alternativas – como as entregas ao domicílio ou o take-away personalizado – façam com que as pessoas deem “mais valor” a “pequenos momentos” como o Dia de S. Valentim. As mesas podem não estar postas nos restaurantes e as lojas não estão abertas para receber o cliente, mas a verdade é que a maioria dos negócios locais do concelho sublinharam que, dentro do possível, tentam manter-se próximos do cliente a partir das redes sociais. As vendas online “acabam por fazer a diferença”, dada a impossibilidade da presença física do cliente na loja ou no estabelecimento. A mensagem mais importante e subscrita pelos contactados pelo Correio de Azeméis é que, apesar de tudo, as pessoas permaneçam em segurança, mas sem nunca esquecer que os pequenos negócios “continuam a tentar sobreviver” e a adaptar-se à pandemia que, afinal, em 2021 ainda não abandonou o país e o mundo. Mais do que tudo, o amor pode “estar no ar” sem se “infringir” as normas criadas pelo Governo.