Desporto em Análise com Hermínio Loureiro

0
11
Jogo da oitava jornada do campeonato nacional de hoquei em patins, no pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis, 07 de novembro de 2020. AFONSO FERRAZ/FPP

Os jogos deste fim de semana foram analisados pelo comentador desportivo da Azeméis FM/TV.

Na habitual análise semanal, Hermínio Loureiro fez uma ronda pelos jogos que envolveram as equipas do concelho. Na II Liga, o destaque foi para o encontro entre a Oliveirense e o Estoril, realizado no Estádio Carlos Osório, com a equipa canarinha, no final, a levar os três pontos. “O Estoril foi mais feliz apesar do pendor ofensivo da Oliveirense, mas quem não marca sofre e foi o que aconteceu”, começou por referir Hermínio Loureiro no programa ‘Desporto em Análise’, na Azeméis FM/TV. Para o comentador, “a Oliveirense precisa de jogar mais, precisa de mais intensidade, sobretudo no meio campo”. Hermínio Loureiro reconheceu que a equipa de Pedro Miguel “procurou sempre o golo”, mas que “nem sempre o fez de forma eficaz”.
Na próxima semana, o campeonato vai estar parado para compromissos da Seleção Nacional e a Oliveirense regressa aos jogos no próximo dia 22 com a receção ao primodivisionário Paços de Ferreira em encontro da Taça de Portugal. “Vai ser um jogo grande a presença do Paços de Ferreira no Estádio Carlos Osório”, salientou o comentador, recordando que na formação dos castores joga Bruno Costa, um jogador natual de S. Roque.
No Campeonato SABSEG, o Paços de Brandão recebeu e venceu o Cesarense por 3-2 e o mesmo desfecho teve o encontro entre o Gafanha e o Bustelo, com a formação oliveirense também a sair derrotada desta jornada.
Amanhã, quarta-feira, há dérbi concelhio com o Cucujães a receber o Carregosense para o encontro em atraso referente à primeira jornada do principal campeonato aveirense.

Hóquei em Patins
Os dois encontros da Oliveirense, na passada semana, mereceram o destaque de Hermínio Loureiro no programa. Na quarta-feira, a equipa unionista foi a casa do líder do campeonato, o Valongo, vencer por 4-3 e impor a primeira derrota à formação caseira esta época. “O Valongo em casa é sempre uma equipa muito forte”, recordou o comentador. Já este sábado, a formação liderada por Paulo Pereira recebeu o Benfica, mas desta vez a sua equipa saiu derrotada por 3-5 num encontro em que esteve em vantagem até aos últimos minutos do fim. “A Oliveirense esteve a vencer por 3-1 neste que foi um dos melhores jogos de hóquei deste campeonato”, referiu Hermínio Loureiro, acrescentando que as duas equipas deram o seu melhor para chegar à vitória. “Depois de estar a vencer por 3-1, a Oliveirense deixou-se suspreender”, afirmou o comentador, salientando que a decisão do árbitro, quando o jogo estava 3-4, em marcar “simulação a um jogador da Oliveirense quando a falta devia ser contra o Benfica” permitiu aos visitantes ganhar dois golos de vantagem. “As imagens mostram bem que há falta e o Benfica aproveitou o livre direto para fazer o 3-5”.
Na Oliveirense, Hermínio Loureiro destacou ainda a ausência de Jordi Bargalló, “um dos melhores jogadores do mundo”, como referiu, que continua a ver os jogos da bancada devido a lesão num dedo da mão.

Basquetebol
“Foram dois jogos de sofrimento, difíceis e muito intensos”, afirmou Hermínio Loureiro referindo-se aos encontros de basquetebol, em casa, frente ao CAB Madeira, na quinta-feira, e frente à Académica, no domingo, com ambos os jogos a serem decididos no prolongamento. Sem Justin Alston, Thomas De Thaey e João Balseiro, todos lesionados, a Oliveirense “está limitada no jogo interior e os adversários criam muitas dificuldades à equipa”.
Depois destes dois triunfos, a Oliveirense continua invencível e divide a liderança do campeonato com o Sporting.

Futsal
O Futsal Clube de Azeméis deslocou-se ao Pavilhão João Rocha para defrontar o Sporting e saiu derrotado por 8-1. Contudo, foi a formação oliveirense a abrir o marcador, por Ruan Silvestre, logo no primeiro minuto do jogo. “O Sporting é uma equipa de outro campeonato, das melhores do mundo”, destacou Hermínio Loureiro, frisando que, no final do jogo, o treinador leonino, Nuno Dias, “elogiou a postura do Futsal de Azeméis que foi jogar o jogo pelo jogo”.
Em seis jogos, o Azeméis continua sem vencer, somando três empates e três derrotas, o que para o comentador desportivo “é pouco num campeonato muito difícil este ano”. “É preciso amealhar pontos o mais rápido possível”, concluiu Hermínio Loureiro.