Dérbi à moda da Oliveirense

Ovarense com a 14ª derrota consecutiva frente à UDO

0
0

Neste fim de semana de jornada dupla, a Oliveirense confirmou o bom momento que atravessa e somou duas vitórias. Na sexta-feira venceu, em casa, a Ovarense e no domingo foi ao Barreiro conquistar os dois pontos.
No arranque da segunda volta do campeonato, a Oliveirense venceu a Ovarense por 20 pontos de vantagem num jogo com duas partes distintas: a primeira foi pautada pelo equilíbrio e apenas na segunda parte disparou no marcador.
Com a Ovarense em vantagem no final do primeiro período (20-22), a Oliveirense teve que correr atrás do prejuízo no segundo quarto, altura em que João Balseiro, com cinco pontos consecutivos, deu vantagem à equipa da casa (32-27). Contudo, a formação de Ovar não desistiu e manteve-se sempre colada no marcador que, em tempo de intervalo, registava uma igualdade a 45 pontos. Numa primeira parte muito equilibrada, destaque para o desnível em termos de ressaltos: enquanto a Oliveirense somava 25, dos quais dez eram na tabela adversária, a Ovarense contabilizava apenas 15, sem que isso fosse capaz de desequilibrar o marcador.
No terceiro período, aproveitando algum desacerto dos visitantes na finalização e com contra-ataques simples e rápidos, a Oliveirense disparou no marcador e atingiu os 21 pontos de diferença (72-51), uma margem que começou a ser difícil para a equipa de Pedro Nuno (que não esteve no banco de suplentes a comandar a equipa por estar a cumprir isolamento profilático) recuperar. Este quarto acabou por ser decisivo para o desfecho do encontro com a equipa de Norberto Alves a converter 29 pontos contra apenas 13 dos visitantes. No quarto período, a Oliveirense controlou e venceu um encontro em que Justin Alston foi o melhor marcador (24 pontos), Travis Munnings dominou nas alturas (16 ressaltos) e José Barbosa foi o rei das assistências (16).

Vitória no Barreiro
No domingo, a Oliveirense venceu o Galitos, no Barreiro, por 62-73, encerando, assim, uma jornada dupla vitoriosa. Contudo, a equipa de Norberto Alves teve de puxar dos galões para conquistar o triunfo diante de um adversário que se manteve sempre na luta pela vitória. No próximo sábado, a Oliveirense recebe o Maia Basket (21h00).

Oliveirense, 97
Ovarense, 77
Oliveirense: J. Barbosa (12), T. Munnings (7), J. Grosso (2), Justin Alston (24) e Shaquille Cleare (8). Jogaram ainda: EC Matthews (13), João Guerreiro (17), João Balseiro (14), F. Albergaria.
Treinador: Norberto Alves.

Ovarense: Pedro Bastos (5), Pedro Oliveira (4), C. Knight (18), Jeffrey Early Jr. (15) e Trey Moses (9). Jogaram ainda: C. Cordeiro (8), P. Pinto, João Oliveira, R. Soeiro, Marcus Lovett Jr. (8), Brock Gardner (10). Treinador: Dinis Amaral.

Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis.
Árbitros: José Gouveia (Lisboa), Hugo Silva (Aveiro) e Diogo Martins (Braga).
Por períodos: 20-22; 25-23; 29-13; 23-19. Ao intervalo: 45-45.