Contraditório

0
17

Carla Rodrigues *

A linha do Vouga foi contemplada no Plano Nacional de Investimentos com 100 Milhões de Euros para a sua requalificação e modernização desde Espinho a Aveiro. Todos aplaudimos esta notícia, mas a verdade é que o início de execução do plano estava previsto para 2021 e até agora nada aconteceu.
Recentemente assistimos, sem surpresa, a mais um descarrilamento, devido ao avançado estado de degradação dos carris. Há um perigo eminente não só para passageiros mas também para a população em geral dada a proximidade da linha de zonas habitacionais, pelo que urge uma intervenção.
Preocupados com a gravidade da situação e cientes da importância estratégica desta linha para toda a região, os Vereadores do PSD apresentaram na reunião de Câmara um requerimento, manifestando a sua preocupação e disponibilidade para colaborar, solicitando ao Sr. Presidente que propusesse, junto da AMTSM, a criação de um grupo de trabalho inter-concelhio, composto por representantes dos partidos com assento nas AM e pelos/as Vereadores/as com o pelouro da mobilidade, com o objectivo de acompanhar a situação da Linha do Vouga, monitorizando o seu processo de requalificação e a execução do PNI, acompanhando os estudos, recolhendo informação, ouvindo peritos, promovendo reuniões com entidades, tudo com vista à requalificação desejada.
Antes de analisar a proposta, o Presidente da CM vaticinou que não era oportuna a criação deste grupo de trabalho.
Num assunto de amplo consenso político e partidário, de grande importância estratégica para Oliveira de Azeméis, num momento em que é necessário unir esforços, o primeiro impulso do Sr. Presidente é recusar a colaboração oferecida, desprezando a preocupação e disponibilidade do PSD. Esperamos que reconsidere e que, num assunto desta relevância, os interesses de Oliveira de Azeméis e dos oliveirenses, possam prevalecer.

* Vice-Presidente da CPS PSD concelhia do PSD