“Contava com mais pessoas da terra”

Festa Missionária atraiu visitantes mas padre Amaro Ferreira gostaria de ter visto mais cucujanenses

0
23

Em 2020, a Festa Missionária aconteceu em formato virtual devido à pandemia mas, este ano, a Sociedade Missionária da Boa Nova já conseguiu realizar o evento religioso no Seminário das Missões, em Cucujães, com a presença de público. O programa arrancou na manhã do passado domingo com a abertura de uma feirinha e com uma eucaristia na Quinta das Missões, transmitida pela Azeméis TV/FM. Ao longo da tarde, o evento continuou com música, animação e com o sorteio habitual.
“Devido à pandemia, tivemos um público reduzido; segundo dizem, esta festa juntava cinco mil pessoas. No entanto, foi possível o convívio, estarmos com os nossos familiares e benfeitores e com aqueles que se preocupam com a atividade missionária”, afirmou o padre Amaro Ferreira, coordenador de animação da Festa Missionária, em declarações à Azeméis TV. “Temos que dar graças a Deus pelas pessoas que estiveram. Poucos, mas bons!”, considerou, bem-disposto.
Com várias ideias em mente, o padre Amaro Ferreira revelou que estão a pensar fazer algumas atividades diferentes no dia anterior à Festa Missionária, de forma a conseguirem também reunir alguns jovens no evento religioso. “Temos aqui [Quinta das Missões] um espaço maravilhoso. Talvez nos permita fazer acampamentos com os jovens”, opinou. Um dos desalentos do padre Amaro Ferreira foi o facto de se ter apercebido que não vieram muitos cucujanenses à Festa Missionária. “Contava com mais pessoas da terra. Como padre, gasto muito do meu tempo no serviço missionário na paróquia de Cucujães. Por isso, acho que devia haver uma correspondência”, explicou. “Acredito que, com o tempo, Cucujães vai reacender este entusiasmo”, concluiu.

Marta Cabral