A empresa do setor de moldes Cheto foi distinguida novamente com o estatuto de PME Líder 2020, uma atribuição que tem vindo a acontecer desde 2015.

Esta distinção, do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), tem como objetivo sinalizar as empresas com desempenhos superiores, reconhecendo, publicamente, o sucesso da sua estratégia empresarial e a da sua importância para a economia nacional.
“Significa o comprovativo do esforço de todos em conseguirmos alinhar a nossa estratégia e o nosso orçamento de forma disciplinada e capaz”, afirmou o administrador da Cheto, Carlos Teixeira, em declarações ao Correio de Azeméis. “Ficamos principalmente agradados pela conquista de forma recorrente”, acrescentou, referindo-se ao facto de a empresa ter sido nomeada com estatuto de PME Líder nos últimos cinco anos e de lhe já ter sido atribuído o selo PME Excelência.
Apesar de não ser a primeira vez que a empresa conquista esta distinção, Carlos Teixeira garantiu que se trata de um compromisso para a gestão continuar a ser “rigorosa e atenta” à “disciplina operacional e financeira”. “É mais exigente e requer rigor, sendo trabalhado todos os dias com os diferentes departamentos e pessoal”, assegurou.