Candidata visita Ossela e Palmaz

0
20

A candidata à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis pela coligação PSD/CDS-PP, Carla Rodrigues, visitou na semana passada as freguesias de Ossela e Palmaz, duas freguesias conhecidas pelo seu “potencial ecológico e turístico” no concelho.

Entre os diferentes pontos de passagem da visita, contam-se o hotel Vale do Rio, as margens do rio Caima em Palmaz e Ossela e a ETAR de Ossela, o último ponto de paragem da visita da candidata.
A Estação de Tratamento de Águas Residuais de Ossela apresenta, para Carla Rodrigues, “um sério problema de cariz ecológico e ambiental” que exige “uma rápida requalificação” para evitar danos maiores para aquela região do concelho: “A ETAR de Ossela tinha uma intervenção prevista no valor de 9.5 milhões de euros que já foi anunciada em 2018. Até hoje desconhecemos se a intervenção está realizada e quais os efeitos dessa intervenção pois a realidade é que as descargas continuam a ser realizadas para o rio Caima com gravíssimos prejuízos ambientais. Enquanto não for requalificada a ETAR de Ossela não podemos potenciar esta parte do território como uma atração turística.”
Ainda no mesmo comunicado enviado ao jornal, Carla Rodrigues destacou ainda Ossela e Palmaz como uma “prova” do enorme potencial turístico do território oliveirense, potencial este que tem vindo a ser “desaproveitado” e que só será valorizado do ponto de vista turístico, ambiental, cultural e histórico quando se terminar com “o total desprezo e abandono pelo ambiente e do espaço privilegiado de natureza”. O rio Caima foi também uma das preocupações da candidata na visita à região, que alertou para a necessidade de existir “vontade política” para requalificar o território: “O rio tem de ser despoluído, tem de ser respeitado e depois têm de ser requalificadas as margens do rio. Há passadiços e trilhos mas estão ao abandono e não dignificam o espaço nem representam o que se quer colocar ao dispor da população. Há que aproveitar o enormíssimo potencial turístico mas falta vontade política para resolver situação de poluição do rio Caima.”