Câmara opta pelas empresas do concelho

0
10

Acerca da última reportagem, sobre as Compras da Câmara recebemos da Câmara Municipal o seguinte esclarecimento, que reproduzimos na íntegra: “O desenvolvimento de um território, seja ele um concelho ou um País, faz-se também com relações económicas e comerciais e, por isso, da mesma forma que queremos que os produtos que produzimos no nosso concelho e no nosso País sejam adquiridos por outros, devemos esperar que quem nos compra tenha a mesma expectativa em relação aos seus produtos.
O desenvolvimento sustentado de Oliveira de Azeméis é um dos objetivos essenciais da Câmara Municipal. Este desenvolvimento passa também pela afirmação e progresso das pequenas, médias e grandes empresas nos ramos dos serviços, do comércio, da agricultura e da indústria.
De acordo com a Lei, e em igualdade de circunstâncias, os municípios, por regra, optam pelas empresas que laboram nos seus territórios. Esta é a orientação que preside na Câmara Municipal. Esta é a prática que a Câmara Municipal tem implementado.
Nas compras, o município cumpre com rigor e transparência a Lei. Em igualdade de circunstâncias (prazos, qualidade e preço) escolhe sempre empresas do concelho. As empresas do concelho, desde que tenham as respostas, são sempre consultadas. Estas são as indicações que damos e os procedimentos que seguimos, na observância do cumprimento da Lei.
Prestamos este esclarecimento porque é um tema sobre o qual existe algumas dúvidas.
Lembramos, por exemplo, que uma notícia correta e legítima do Correio de Azeméis, com o título ‘Compras do Município fora do Concelho acentuam-se’ pode induzir o contrário do que tem sido a opção e a prática da Câmara Municipal.
Teremos a oportunidade de apurar no Relatório de Contas do Ano em curso, pela primeira vez, os investimentos e aquisições da Câmara Municipal feitos no concelho.
A Câmara Municipal”