Bloco de Esquerda quer vouguinha no passe mensal

No Programa de Apoio à Redução Tarifária

0
1

O Bloco de Esquerda vai apresentar, esta semana, uma iniciativa legislativa na Assembleia da República que diz respeito à inclusão da Linha do Vouga no Programa de Apoio à Redução Tarifária. “Parece-nos algo essencial”, considerou o deputado Moisés Ferreira. “Os passes têm vantagens. Por 30 euros, as pessoas podem deslocar-se entre vários concelhos e queremos que o vouguinha faça parte deste programa”, acrescentou.
“Um oliveirense que tenha este passe pode, por 30 euros mensais, deslocar-se entre vários concelhos”, esclareceu Moisés Ferreira, em declarações à Azeméis TV, na conferência de imprensa de ontem, segunda-feira, dia 08 de fevereiro. “Uma das insuficiências do Programa de Apoio à Redução Tarifária é que a Linha do Vouga e a utilização do vouguinha não está incluída no passe”, apontou. Para o Bloco de Esquerda, esta decisão não faz sentido por duas razões específicas. “Os utentes têm que pagar duas vezes pela utilização e esse mesmo pagamento desincentiva a utilização do vouguinha”, referiu.
“Isto quer dizer que uma pessoa que entre na estação de Oliveira de Azeméis, vá até Espinho e apanhe o suburbano para o Porto pague, para além do passe, o bilhete do vouguinha”, exemplificou Moisés Ferreira.
Para o Bloco de Esquerda, incluir a Linha do Vouga no Programa de Apoio à Redução Tarifária neste passe intermodal é também um estímulo à utilização desta linha antiga. “Se queremos uma revitalização e estímulo à utilização da Linha do Vouga, isso tem que ser feito através de investimento e impulso à utilização desta linha”, afirmou o deputado.

Marta Cabral